26 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

"TODOS NO MESMO BARCO"

Milionários se isolam em iates de luxo para evitar coronavírus

Personalidades da moda, tecnologia e esportes estão em suas embarcações em praias da América Central

Milionários estão se isolando em seus iates, em praias da América Central, para evitar serem contaminados pelo coronavírus. Segundo o site estadunidense Page Six, figuras famosas como Tommy Hilfiger e o co-fundador do Google estão seguindo essa ideia como forma de “auto-proteção”.

Hilfiger teria comprado o iate “Flag”, onde se refugia próximo à ilha de São Vicente e Granadinas. Já um dos co-fundadores do Google, Sergey Brin, estaria em seu barco, de nome “Dragon Fly”, no Caribe. Os atuais administradores da Microsoft também estariam em uma embarcação, no Golfo do México, segundo o Page Six.

A tendência também inclui personalidades do esporte: o bilionário russo Roman Abramovich, dono do clube de futebol Chelsea, está passando o período de isolamento em seu iate, na ilha de São Bartolomeu.

O comportamento se opõe ao discurso de celebridades que sugerem a “ausência de barreiras sociais” para a pandemia, e que “estamos todos no mesmo barco”.

No Brasil, trabalhadores informais já sofrem com a redução da renda devido à pandemia e aguardam o início da distribuição do auxílio de R$ 600 por parte do governo federal.

A tendência de milionários se isolarem em seus barcos particulares já havia sido identificada no início das medidas de controle. No dia 5 de março, o jornal estadunidense The New York Times escreveu sobre as tendências no mercado de luxo: “Viajantes que estavam planejando férias em países afetados, com a Itália, estão optando por se isolar em iates, para aproveitar o sol do Mediterrâneo longe das costas infectadas”.