15 de junho de 2021
Campo Grande 28º 15º

Petrobras: PSDB quer que Graça Foster explique "omissão"

A- A+

Em nota enviada à imprensa, o PSDB questionou uma suposta "omissão" de Graça Foster, presidente da Petrobras, nas investigações da Operação Lava Jato. O partido afirmou que, na reunião da CPMI desta quarta-feira, solicitará mais informações sobre as providências tomadas para investigar a "evidente" ocorrência de corrupção dentro da empresa. Se as explicações não forem convincentes, ele deverá apresentar novo requerimento para que Graça compareça à comissão.

Segundo o comunicado, assinado pelo líder do PSDB no Senado, Graça Foster "reconheceu tardiamente" que foi informada em maio de que a empresa holandesa SBM Off Shore havia pagado propina a funcionários da Petrobras. Ainda de acordo com o texto, "de forma inexplicável", a única providência que a presidente tomou foi proibir a companhia de firmar novos contratos com a estatal.

"O partido aguarda a posição oficial com o relato das ações tomadas na época para avaliar as providências cabíveis caso haja indícios de deliberada omissão por parte da atual direção da empresa, e, nesse caso, se a omissão teve como objetivo impedir que o País tomasse conhecimento da gravidade das denúncias no período pré-eleitoral", completa a nota.

Terra