15 de junho de 2021
Campo Grande 28º 15º

Saúde

Dependentes químicos da Capital ganham Unidade de Acolhimento nesta quinta

A- A+

A prefeitura de Campo Grande inaugura amanhã, a Unidade de Acolhimento para dependentes químicos da rede pública, na Capital. Está é a segunda unidade do tipo da região Centro- Oeste, a primeira fica no Distrito Federal.

A solenidade de inauguração será realizada às 15h, na Rua Joaquim Murtinho, ao lado da vidraçaria Nelson Vidros. Tem capacidade de atender até 14 dependentes, que poderão permanecer no local até seis meses, além de oferecer alimentação, a Unidade encaminhará para o mercado de trabalho, também serão oferecidos cursos de requalificação profissional.

O projeto terá um custo mensal de R$ 30 mil e tem como parceiros o Ministério da Saúde, e as secretarias de Saúde do município e de Políticas, Ações Sociais e Cidadania. O atendimento a dependentes químicos na rede pública é prestado no CAPS-AD, que funciona em regime 24 horas.

Desde janeiro foram abertos 12 leitos onde são atendidos os casos mais graves de pacientes em surto ou crise de abstinência. Está planejamento a abertura de uma segunda unidade no Bairro Guanandi funcionará no prédio do Centro Regional de Saúde que será desativado com a inauguração da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Leblon.