24 de junho de 2021
Campo Grande 31º 19º

Mesmo com limite, vereadores apostam em emendas para atender população

A- A+

Vereadores de Campo Grande apresentam emendas no orçamento do próximo ano. Mesmo com o limite de apenas três, parlamentares como Eduardo Romero (PT do B) e Chiquinho Telles (PSD), ultrapassaram a cota.

Romero disse que as emendas são uma forma de tentar corrigir o orçamento, ou apontar caminhos para o mesmo. Conforme explicou, o limite de três emendas fica em razão  de o do executivo municipal “selecionar”, aquelas que são consideradas as prioritárias, e que haverá condições de executa-las.

Ainda conforme o parlamentar, as emendas trazem os anseios da população, que busca os vereadores para que tenham o que é de direito, como iluminação pública, segurança e asfaltos em vias da Capital.

Romero assim como Chiquinho, apresentaram dezenas e até centenas de emendas, coletivas e individuais. Com 65 emendas, Romero apontou soluções para diversos setores de Campo Grande. Já Chiquinho, foi o primeiro colocado, com 390 emendas.

“Eu apresentei 390 emendas e não retirei nenhuma. Cada bairro tem suas prioridades e nós devemos atender a população. Não emendas referentes a asfalto, saúde, proteção animal e educação”, confirmou o vereador.

Com 205 emendas, o peemedebista Paulo Siufi foi o segundo colocado. Já na lanterna, está o vereador Ayrton Araújo(PT), com apenas quatro emendas apresentadas para o orçamento de 2015.

A reportagem do site MS Notícias tentou contato com o peemedebista e o petista. Paulo Siufi não pode falar pois se encontra em uma reunião com os parlamentares, e Ayrton não atendeu as ligações. Até o fechamento da matéria a reportagem não obteve retorno.

Tayná Biazus