13 de junho de 2021
Campo Grande 25º 11º

Benefícios para o Bairro

Obras no Nova Lima mudam cenário e moradores dizem já sentir os benefícios

Trabalhos de drenagem, pavimentação, instalação de calçadas e piso tátil seguem acelerados no bairro.

A- A+

No Nova Lima, região Norte de Campo Grande, moradores contam estar sentindo os efeitos positivos das obras de drenagem e asfalto que têm mudado os cenários do bairro. Em algumas vias a pavimentação já está na reta final, em fase de instalação de calçadas e piso tátil.  

A obra é executada pela Prefeitura com recursos federais e contrapartida do Governo do Estado e foi viabilizada em parceria também com a Câmara Municipal pelo Programa Juntos por Campo Grande. 

“Aqui tinha um bacião [sic] de água que ficou uns quatro anos e não secava. Jogamos terra, mas não adiantava. Agora ficou bom”, conta Amilton Martins, de 77 anos, morador da rua Silvério Faustino, onde já foram feitas a drenagem e pavimentação.

Há 15 anos no bairro, Amilton elogia a qualidade do asfalto colocado no local e conta que se as obras não tivessem incluído a construção de calçada na frente de sua residência, não teria recursos para custear a melhoria. Após a pavimentação, funcionários de empresa terceirizada trabalham na execução das calçadas em todos os imóveis, incluindo piso tátil nas esquinas.

“Quando chovia isso aqui virava o rio Aquidauana, virava um Pantanal”, brinca o vigilante Nilton Barboza, de 48 anos, ao explicar a situação em que ficava a rua Jerônimo de Albuquerque antes do início da intervenção.

“Tinha asfalto, mas era todo esburacado”, afirma. Segundo ele, desde que foi instalada tubulação de drenagem os alagamentos cessaram no local. “Já dá para sentir a diferença”, garante.

A dona de casa Vilma Batista da Silva, de 60 anos, conta que as obras seguem em ritmo acelerado e o trabalho só é interrompido quando chove. “Esse asfalto era tudo que a gente precisava aqui”, afirmou.

Desenvolvimento

Vendedor de uma marca de erva de tereré, Daniel da Silva Barbosa, de 28 anos, conta que na época de chuvas não conseguia atender a muitos comércios da região, por conta da lama que deixava as vias intransitáveis. “Minha prospecção com o asfalto é aumentar bastante as vendas e facilitar o trabalho”, comemora.

Em um dos trechos das obras – no cruzamento das ruas Cândido Garcia Lima com Eugênio Lima – há várias casas novas à venda, no padrão do Programa Minha Casa, Minha Vida.

Salmata de Oliveira Cassel, de 59 anos, é um dos construtores particulares que possui imóveis próximo do local e observa os benefícios que o asfalto levará aos novos moradores. 

“Muitas pessoas esperam por anos e não têm isso. É muita sorte de quem comprou essas casas e já vai mudar para cá com asfalto”, afirma.