25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Parceria entre Famasul e Hospital do Câncer Alfredo Abrão leva prevenção ao trabalhador rural

A- A+

Uma das campanhas mais importantes relacionadas à prevenção de câncer acontece no mês de novembro. O “Novembro Azul” alerta para a prevenção do câncer de próstata e o “Novembro Dourado” conscientiza para os cuidados com a saúde de crianças e adolescentes. Empenhada em promover a campanha, a Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), por intermédio do Senar/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), se uniu ao Hospital do Câncer Alfredo Abrão para levar atendimento aos trabalhadores rurais do interior do Estado.

O hospital localizado em Campo Grande é pioneiro e referência no diagnóstico e tratamento de câncer, e desenvolve há três anos um serviço itinerante com ônibus que percorre toda Capital de segunda à sexta-feira, promovendo consultas e diagnósticos. No interior foram contabilizadas visitas a 72 municípios, 18 mil pacientes atendidos e 1,2 mil diagnósticos em tratamento ou finalizados com sucesso.

A parceria com o sistema Famasul envolve a participação dos Sindicatos Rurais que oferecerão apoio logístico e de manutenção para que o ônibus possa funcionar nas sedes e nas comunidades rurais do interior do Estado. O trabalho conjunto envolveu ainda a colaboração das secretarias municipais de saúde.

Segundo o coordenador do Programa de Prevenção e Residência do Alfredo Abrão, o oncologista Fabrício Colacino, o apoio da Famasul é uma “parceria dos sonhos” pela possibilidade de aumentar o alcance de atendimento. “Nós temos os profissionais e os equipamentos, mas com apoio da federação conseguiremos chegar em locais de difícil acesso. A parceria proporcionará que mais cidadãos sejam esclarecidos e se tornem conscientes da necessidade de realizar exames preventivos”, alertou o médico.

Fabrício ressaltou ainda que a medicina preventiva aumenta as chances de cura em 90%, evitando sequelas decorrentes de operações e tratamentos quimioterápicos. “Nos deparamos com um quadro preocupante, no qual 65% dos pacientes procuravam atendimento somente quando a doença estava em estágio avançado. Com o trabalho de prevenção conseguimos diminuir o percentual para 16%. Então estamos confiantes em reduzir ainda mais os números”, acentuou.

Para o superintendente do Senar/MS, Rogério Beretta, a campanha será uma oportunidade de transmitir aos trabalhadores e produtores rurais as informações preventivas sobre o câncer. “A maioria destes trabalhadores não tem tempo de sair da propriedade para cuidar da saúde, então é importante a contribuição do hospital Alfredo Abrão em levar até eles informações e esclarecimentos”, considerou.

Outras informações – Entre os dias 20 e 22 de novembro, profissionais ligados ao setor de oncologia do Estado participam do 1º Congresso de Cancerologia, intitulado “Unindo Forças e Ultrapassando Fronteiras pela Oncologia de MS”, no auditório da Famasul. No evento serão discutidas alternativas para reinserção do paciente na sociedade, acesso a novas terapias no SUS (Sistema Único de Saúde) e busca de melhores soluções em tratamentos e atualizações constantes do setor oncológico.

Na avaliação do especialista do Hospital Alfredo Abrão, o evento é uma oportunidade para que os profissionais dos centros existentes em Mato Grosso do Sul se conheçam e troquem experiências e informações. “Nosso Estado conta atualmente com três centros de atendimento especializados na capital: o Alfredo Abrão, Hospital Regional Rosa Pedrossiam e a Santa Casa. No interior são mais três centros, em Dourados, Três Lagoas e Corumbá e precisamos nos conectar para saber a realidade de cada região”, finalizou.

Karla Machado com Assessoria