23 de abril de 2021
Campo Grande 31º 19º

Prefeitura e Solurb abrem “trégua” e dívida será recalculada

A- A+

Na tarde de quinta-feira (22) houve uma reunião de conciliação entre Prefeitura de Campo Grande e a CG Solurb, empresa responsável pela coleta e tratamento de lixo na Capital, onde foi definido que as coletas serão retomadas normalmente e os valores devidos serão recalculados por comissão formada por representantes da Solurb, Prefeitura e MPE (Ministério Público Estadual). 

Depois de alguns dias com o serviço de coleta de lixo sem funcionamento por falta de combustível, 11 dos 40 caminhões voltaram a operar na noite de terça-feira (21), mas com o acordo feito entre a Prefeitura e Solurb na quinta-feira, todos os caminhões já estão em funcionamento, segundo informou empresa. 

Conforme o Procurador Geral do Município Denir de Souza, "os valores questionados pela Prefeitura serão apurados por uma comissão que tem participação tanto da Prefeitura como da Solurb com supervisão do Ministério Publico. Denir destaca que audiência foi positiva o que permitiu conciliação. 

Primeira greve

A greve aconteceu no dia 11 de setembro e o motivo de acordo com a empresa, a Prefeitura teria três faturas em aberto totalizando R$ 23,7 milhões, além de reajustamentos atrasados mais de 14 meses. O contrato inclui a coleta de lixo e mais 13 serviços. O custo mensal variava conforme o volume de serviço executado.

Segunda greve

Solurb, empresa concessionária dos serviços de limpeza parou novamente seus serviços no dia 7 de outubro alegando, novamente, não ter dinheiro para pagar os funcionários, que estariam com os salários de setembro atrasados. Segundo a empresa, além dos salários, os trabalhadores também não teriam recebido o ticket alimentação.