19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Convênios renovados

Prefeitura renova convênios com Hospitais da Capital

O Prefeito Alcides Bernal (PP) renovou um convênio referente a um Termo de Cooperação Mútua entre Sesau (Secretaria de Saúde do Município) e o Hospital do Coração de Mato Grosso do Sul. O objetivo da parceria é firmar uma cooperação institucional, visando à redução do uso do tabaco, através da implantação do Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo.

Na parceria, está a realização de ações educativas alusivas ao Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo, capacitação de técnicos da empresa para continuidade dos atendimentos, implantação do programa de prevenção e controle do tabaco, consultas médicas e materiais de auxílio à prevenção.  

Outras ações envolvem a disponibilização de espaço físico para as palestras e atividades dos participantes do programa, com infraestrutura mínima necessária para o funcionamento. Apoiar e incentivar os trabalhadores para participar do Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo, como uma iniciativa para o desenvolvimento da Assistência à Saúde do Trabalhador. 

Reaproveitamento

Na oportunidade, o Prefeito Alcides Bernal (PP) renovou um convênio referente a um Termo de Cooperação Mútua entre Sesau e a Sedesc (Secretaria Mun. de Desen. Econômico, Turismo, Ciência e Tecnologia e Agronegócio) com o objetivo de transformar em artesanato os Equipamentos de Proteção Individual – EPI´s descartados pela Sesau através dos empreendimentos nas Incubadoras Municipais de Campo Grande. 

Hospital do Câncer

Outro convênio renovado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande através da Secretaria Municipal de Saúde foi com o Hospital do Câncer, referente a um Termo aditivo de suplementação orçamentária. Fica acrescido ao teto financeiro anual do Convênio o valor de R$ 1.413.120,00 (um milhão, quatrocentos e treze mil, cento e vinte reais) que será repassado mensalmente conforme produção de cirurgias eletivas ortopédicas oriundas do poder judiciário, de até 16 procedimentos mensais.

O valor do convênio passará de R$ 21.370.955,52 (vinte e um milhões, trezentos e setenta mil, novecentos e cinquenta e cinco reais e cinquenta e dois centavos) para R$ 22.784.075,52 (vinte e dois milhões, setecentos e oitenta e quatro mil, setenta e cinco reais e cinquenta e dois centavos) sendo disponibilizado em parcelas mensais de R$ 1.898.672,96 (um milhão, oitocentos e noventa e oito mil, seiscentos e setenta e dois reais e noventa e seis centavos). Os investimentos serão aplicados em procedimentos de alta e média complexidade ambulatorial, hospitalar e cirurgias ortopédicas.