26 de outubro de 2021
Campo Grande 29º 17º

RESILIÊNCIA | CAMPO GRANDE (MS)

"Ressurge das cinzas": com doações de amigos e clientes, "Cantinho do Patrício" reabre as portas

A cozinha destruída pelo fogo deixou prejuízo estimado de R$ 30 mil; comerciante, porém, não se abateu e reabre o restaurante em menos de 1 mês

A- A+

O empresário autônomo Raimundo Patrício de Sousa, de 67 anos, estava comovido na quarta-feira (22.set.21), ele havia acabado de reinaugurar o seu restaurante "Cantinho do Peixe do Patrício", localizado na esquina da Rua José Barnabé de Mesquita, com a Avenida Júlio de Castilho, na Vila Duque de Caxias, em Campo Grande (MS). O local ficou fechado por 28 dias, após ser consumido pelo fogo em 25 de agosto.

“Eu só tenho a agradecer, gratidão resume. Isso aqui ressurgiu das cinzas... Graças a Deus conseguimos voltar, estamos de volta e vamos trabalhar muito. Quero agradecer todo mundo que me apoiou, isso foi demais, isso foi incrível, saber que tenho todo esse apoio”, introduziu o comerciante ao falar com a reportagem do MS Notícias.   

Restaurante voltou a fazer atendimentos. Foto: Tero Queiroz | MS NotíciasRestaurante voltou a fazer atendimentos. Foto: Tero Queiroz | MS Notícias

O período de portas fechadas se deveu a reforma, visto que o fogo destruiu toda a área de cozinha do restaurante, naquela quarta de 25 de agosto, dia do incêndio, Patrício chegou por volta das 5h15 para abrir o seu comércio e se deparou com o local em chamas. Naquele dia ele disse que já havia perdido um restaurante da mesma forma, dez anos antes, no Bairro Santo Amaro.

Fogo atingiu consumiu praticamente tudo que estava no interior da cozinha em 25 de dezembro. Foto: Tero Queiroz | MS NotíciasFogo atingiu consumiu praticamente tudo que estava no interior da cozinha em 25 de agosto. Foto: Tero Queiroz | MS Notícias

Na primeira perda de seu estabelecimento, Patrício não conseguiu reconstruir, dessa vez, porém, ele usou a mídia para pedir ao apoio dos amigos, familiares, ou qualquer outra pessoa que pudesse ajudar. “E aconteceu isso, foi demais, eu só tenho a agradecer vocês, agradeço aos amigos, o Talma, que foi o cara”, opinou Patrício. 

Patrício nos levou até a lanchonete onde em 5 de setembro uma galinhada foi feita para ajudar a arrecadar fundos para reconstruir o Patrício nos levou até a lanchonete onde em 5 de setembro uma galinhada foi feita para ajudar a arrecadar fundos para reconstruir o "Cantinho do Peixe". Foto: Tero Queiroz | MS Notícias

Ele está falando do também comerciante, Talma Pereira de Lima, que o ajudou abrindo as portas da lanchonete Mania de Comer, na Avenida dos Crisântemos, número 20, no Lar do Trabalhador, para que Patrício fizesse ali uma galinhada para arrecadar fundos. Eles fizeram a ação em 5 de setembro e, segundo Patrício, foi um sucesso. “Vendemos tudo. A galinhada me ajudou a conseguir completar dinheiro para terminar aqui... Talma é um amigo de verdade”, analisou. 

A cozinha destruída pelo fogo, deixou prejuízo estimado de R$ 30 mil. O restaurante agora ressurge novinho. Patrício disse que neste momento está com o básico no local. “Tem o fogão, um armário, um freezer, alguns objetos pequenos de tempero e o resto a gente vai comprando com o tempo. Mas só de ver isso aqui cheio de novo me emociono”, completou. 

Patrício observa o andamento das restauração em no início de setembro. Foto: Tero Queiroz | MS NotíciasPatrício observa o andamento das restauração em no início de setembro. Foto: Tero Queiroz | MS Notícias

O Corpo de Bombeiros que controlou incêndio no dia 25 de agosto, disse que a estrutura física da cozinha não foi comprometida, por isso, a reforma não precisou fazer modificações nas paredes, apenas restaurá-las. 

Patrício atende clientela depois de o restaurante reinaugurado. Foto: Tero Queiroz | MS NotíciasPatrício atende clientela depois de o restaurante reinaugurado. Foto: Tero Queiroz | MS Notícias

O restaurante serve refeições, lanches e tem como prato principal o peixe, que faz as pessoas virem de longe para almoçar no ‘Cantinho do Peixe do Patrício’. “Quando estávamos em reforma o pessoal passava direto aqui, perguntando quando abriríamos, eu dizia logo, se Deus quiser, logo... o dia chegou'', finalizou.  
"Ressurge das cinzas": com doações de amigos e clientes, "Cantinho do Patrício" reabre as portas