30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Abatido, Paulo Pedra diz que respeita decisão do colegiado e não sabe se permanece na base aliada do

Visivelmente abatido, o vereador Paulo Pedra (PDT) que fazia parte da base aliada de Alcides Bernal (PP), afirmou na manhã de hoje que respeita a decisão do colegiado de vereadores que votaram pela cassação do prefeito, mas não concorda com a decisão. “Eu respeito a decisão, mas não concordo, tanto que eu votei contrário porque eu acredito na inocência do prefeito Alcides Bernal, acredito que ele é inocente das irregularidades do qual foi acusado”.

Questionado sobre permanecer na base aliada do novo prefeito, Gilmar Olarte (PP), Pedra garante que ainda não tomou nenhuma decisão e que deve se reunir com o partido para discutir o assunto. “Eu ainda não parei para pensar e nem conversei com o partido sobre isso, ainda vou decidir se continuo na base ou se passo a ser da oposição”.

Paulo Pedra acredita que Gilmar vai exonerar Dirceu Peter, que foi seu indicado para ser diretor-presidente da Emha (Agência Municipal de Habitação de Campo Grande), na gestão de Bernal. Acredito que ele vai exonerar o Dirceu e isso é politicamente incorreto. Mas isso não significa que eu vou passar a ser da oposição caso ele tome uma atitude como essa, ainda vou me reunir com o partido”, finaliza o vereador.

Dany Nascimento e Heloísa Lazarini