14 de maio de 2021
Campo Grande 26º 17º

POLÍTICA

Agrônomo não se adaptou, disse Marquinhos ao justificar exoneração de Malulei Neto

Confirmação da exoneção do secretário saiu na edição do Diário Oficial dessa sexta-feira

A- A+

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) exonerou o secretário de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia, Abrahão Malulei Neto. O engenheiro agrônomo afirma que pediu demissão nesta quinta-feira (28) e a saída foi oficializada no Diário Oficial e Campo Grande desta sexta-feira (1º).

O motivo da exoneração não consta na publicação. Malulei Neto garante que foi ele quem pediu para sair por ter recebido proposta irrecusável de trabalho, mas corre no bastidor que o ex-secretário teria desagradado o prefeito.

Ao Campo Grande News, Marquinhos disse apenas que o agrônomo “não se adaptou”.

“A gente não consegue agradar a todos, mas acredito que não seja isso porque fui eu quem pediu demissão”, afirmou o engenheiro em breve entrevista por telefone.

O agrônomo fez questão de destacar o trabalho que desenvolveu nestes seis meses à frente da pasta. “A secretaria fez em 6 meses o que não fez em 6 anos, foram inúmeras reuniões do Codecon [Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico], incentivo à agricultura familiar e à agroindústria”.

Malulei revelou que vai trabalhar para uma multinacional de comodities do agronegócio e ganhar “bem mais” do que recebia para comandar a pasta na Prefeitura. “Só não vou revelar o nome, porque tenho o contrato de confidencialidade. Na secretaria a gente não ganha quase nada e o serviço é puxado. Tem hora que a gente tem de ponderar em prol da família”.

O salário dos secretários é de R$ 11.619,70. Com os descontos, o engenheiro recebeu R$ 8.827,95 em janeiro deste ano, conforme consta na última atualização no Portal da Transparência.

O ex-secretário não contou o quanto vai ganhar no novo emprego e disse também que vai precisar viajar bastante e por isso, não seria possível conciliar os dois trabalhos.

O engenheiro estava na Sedesc desde setembro do ano passado, quando substituiu Luiz Fernando Buainain.