30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Alex acredita que julgamento de vereadores não deveria ter sido separado

alex do pt

O vereador Alex do PT declarou na manhã de hoje na Câmara Municipal de Campo Grande que acha “estranho” o presidente da Casa de Leis, Mario Cesar (PMDB), sair ileso das investigações da Justiça Eleitoral que investigou cinco vereadores por suspeita de compra de voto. São eles: Mario Cesar, Alceu Bueno (PSL), Paulo Pedra (PDT), Thais Helena (PT) e Delei Pinheiro (PSD).

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul absolveu há aproximadamente três meses atrás, o vereador Mario Cesar do processo que respondia por suposta compra de votos, enquanto na tarde de ontem (09), o TRE decidiu pela cassação do mandato dos vereadores Delei Pinheiro, Thais Helena, licenciada para atuar na SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) e Paulo Pedra. Hoje a tarde será a vez do julgamento do vereador Alceu Bueno.

Para Alex do PT os julgamentos dos cinco vereadores deveriam ter sido realizados juntos. “Prefiro não tomar partido, por que é complicado fazer esse tipo de análise, mas acredito que os julgamentos dos cinco casos deveriam ter sido feito juntos até mesmo por que a denúncia é a mesma. Agora a justiça decidiu elaborar duas medidas para a mesma situação. Também acho estanho o fato do Mario Cesar sair ileso do processo sendo que os outros vereadores foram cassados”, comentou.

Ainda de acordo com o vereador, a decisão sobre o que será feito a partir de agora já que Casa de Leis ficará desfalcada sem três vereadores, inclusive um que é secretário, o caso do vereador Delei Pinheiro, será tomada ainda hoje pelos demais parlamentares.

“Nosso processo político vive um momento de intensa turbulência. Mas acredito que os vereadores afastados irão entrar com um recurso na esfera nacional, mas precisamente em Brasília, onde existem os melhores juízes e advogados políticos. Estou ansioso para saber qual será o rumo dessa situação, até por que sou 1º suplente da vereadora licenciada Thais Helena”, finalizou Alex.

Alan Diógenes