16 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

Visita Surpresa

Andreia Olarte vai à Câmara e critica primeira dama e Bernal por deixar 'população órfã'

A primeira-dama afastada Andreia Olarte compareceu na sessão ordinária da Câmara de Vereadores desta terça-feira (23) e surpreendeu parlamentares e lideranças de bairros, que não esperavam pela visita. Seis meses depois do afastamento de Gilmar Olarte do cargo de prefeito, a presença de Andreia na Câmara rompe silêncio do casal, que desde afastamento praticamente desapareceu da vida pública.

Desde que foi afastado, Olarte foi visto poucas vezes, uma delas quando foi preso, em setembro de 2015, por ordem judicial devido à investigação da Operção Coffee Break. Recentemente, dia 5 deste mês, Olarte conversou com imprensa na audiência que aconteceu no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul sobre processo em que ele é réu por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

A ausência, segundo Andreia se justifica pela decisão da Justiça. Ao contrário do que muitos opositores do casal dizem que eles estavam escondidos, Andreia nega e diz que ela e Olarte estão apenas seguindo uma decisão judicial. "Não estamos escondidos, houve uma decisão de afastamento e estamos afastados", disse em entrevista ao MS Notícias nesta manhã ao chegar à Câmara.

Andreia explica que decidiu 'dar a cara a tapa' e ir até à Câmara nesta manhã para apoiar as lideranças de bairros que a procuraram pedindo ajuda. Andreia criticou atual gestão dizendo que população está 'órfã' e atual primeira dama. "A cidade está órfã, é natural me procurarem porque eu era primeira, fazia meu papel, tarefa de casa, e o povo sente falta, eles não tem primeira dama né, o Bernal não atende. Eu vim porque tenho recebido muitas reivindicações. Os bairros abandonados, o clube de mães também, ninguém cuida, ninguém olha por eles. O povo está reclamando, estão órfãos, por isso vim aqui hoje vim aqui dar minha cara a tapa para ajudar, dar meu apoio e minha contribuição". 

Questionada se tem interesse em disputar eleição, Andreia Olarte disse que não pensa nisso no momento, mas admite não descartar a possibilidade. "Nunca podemos dizer nunca, mas não penso nisso." A esposa do prefeito afastado disse que nesta momento, ela e Olarte estão focados em provar inocência do pastor. "Queremos provar nossa inocência, foi tudo articulado para nos tirar do poder, a nossa força, minha e do Gilmar, incomodou lideranças, foi tudo armado para nos derrubar, mas verdade sempre vai prevalecer. O Gilmar é inocente."