28 de outubro de 2021
Campo Grande 30º 22º

Após depoimento ‘nebuloso’ de Luiza Ribeiro ao MP, vereadores se reencontram nesta terça

A- A+

Em clima ‘pesado’ devido às declarações da vereadora Luiza Ribeiro (PPS), em depoimento vazado do Ministério Público, onde comentou sobre um suposto esquema que envolveu a cassação do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) e serviços como tapa-buraco e desvio de verbas na Capital, os vereadores tentam realiza sessão ordinária nesta terça-feira (20). 
Antes da votação da Ordem do Dia a sessão contará com a participação do radialista do Distrito de Anhanduí, Sr. Joakim Jacoboski, que fará uso da Tribuna para discorrer sobre o pedágio instalado naquela comunidade e sobre as benesses que o Projeto de Lei de isenção trará ao Distrito. O convite foi feito pelo vereador Alex do PT.

 Em segunda discussão e votação será votado o Projeto de Lei n° 7.607/14, de autoria dos vereadores Carlão e Thais Helena, que dispõe sobre a reserva de vagas de trabalho para menores infratores atendidos em medidas socioeducativas pelas empresas vencedoras de licitação pública no município de Campo Grande-MS.

 Já em primeira discussão e votação serão votados três Projetos. O Projeto de Lei n° 7.717/14, que dispõe sobre a reserva, para negros e índios, das vagas oferecidas nos concursos públicos para provimento de cargos e empregos dos quadros permanentes de pessoal da adminstração direta e indireta do município de Campo Grande-MS. A proposta é de autoria dos vereadores Luiza Ribeiro, Thais Helena, Chiquinho Telles e Coringa.

 Também o Projeto de Lei n° 8.067/15, de autoria da vereadora Carla Stephanini, que denomina de Desembargador José Benedicto de Figueiredo a praça localizada entre as ruas Madressilva, Acalífas e Pedro Martins.

E por fim, será votado em Plenário o Projeto de Lei n° 8.070/15, de autoria do vereador Paulo Siufi, que denomina de Doutor José Carlos Ortolan Júnior a Policlínica Odontológica Vila Rica.