03 de maro de 2021
São Paulo 39º 24º

Após depoimento ‘nebuloso’ de Luiza Ribeiro ao MP, vereadores se reencontram nesta terça

Em clima ‘pesado’ devido às declarações da vereadora Luiza Ribeiro (PPS), em depoimento vazado do Ministério Público, onde comentou sobre um suposto esquema que envolveu a cassação do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) e serviços como tapa-buraco e desvio de verbas na Capital, os vereadores tentam realiza sessão ordinária nesta terça-feira (20). 
Antes da votação da Ordem do Dia a sessão contará com a participação do radialista do Distrito de Anhanduí, Sr. Joakim Jacoboski, que fará uso da Tribuna para discorrer sobre o pedágio instalado naquela comunidade e sobre as benesses que o Projeto de Lei de isenção trará ao Distrito. O convite foi feito pelo vereador Alex do PT.

 Em segunda discussão e votação será votado o Projeto de Lei n° 7.607/14, de autoria dos vereadores Carlão e Thais Helena, que dispõe sobre a reserva de vagas de trabalho para menores infratores atendidos em medidas socioeducativas pelas empresas vencedoras de licitação pública no município de Campo Grande-MS.

 Já em primeira discussão e votação serão votados três Projetos. O Projeto de Lei n° 7.717/14, que dispõe sobre a reserva, para negros e índios, das vagas oferecidas nos concursos públicos para provimento de cargos e empregos dos quadros permanentes de pessoal da adminstração direta e indireta do município de Campo Grande-MS. A proposta é de autoria dos vereadores Luiza Ribeiro, Thais Helena, Chiquinho Telles e Coringa.

 Também o Projeto de Lei n° 8.067/15, de autoria da vereadora Carla Stephanini, que denomina de Desembargador José Benedicto de Figueiredo a praça localizada entre as ruas Madressilva, Acalífas e Pedro Martins.

E por fim, será votado em Plenário o Projeto de Lei n° 8.070/15, de autoria do vereador Paulo Siufi, que denomina de Doutor José Carlos Ortolan Júnior a Policlínica Odontológica Vila Rica.