07 de agosto de 2020
São Paulo 39º 24º

Bernal se compromete a reduzir juros de crédito a catadores e responde críticas

Diana Cristhie e Heloisa Lazarini

Durante a entrega das cartas de crédito individual de R$ 1 mil aos catadores de lixo prejudicados pelo incêndio da UPL (Usina de Processamento de Lixo) no bairro Dom Antônio Barbosa, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) se comprometeu em reduzir os juros determinados por lei de 1,5% para 1%.

Os catadores começarão a pagar somente em janeiro, com parcelas de R$ 94 por mês, sendo que desse valor, apenas R$ 6 corresponderá aos juros. “O objetivo não é dar esmolas. Não estamos colocando os catadores como pedintes do dinheiro público. Não estamos dando o peixe e sim ensinando a pescar” afirmou o prefeito.

Bernal aproveitou o evento para responder a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote. “Não tenho medo de cara feia, sou prefeito de Campo Grande eleito pela população trabalhadora, assim como vocês, não fui criado em berço de ouro e mereço respeito”. Bernal também fez críticas aos vereadores que estão tentando prejudicar seu mandato frente ao povo e as mídias, como o site Campo Grande News, Mídia Max e ao jornal Correio do Estado. Bernal disse que esses veículos de comunicação se acham os donos da vontade do povo e estão aliados aos vereadores que tentam tirar seu mandato e acrescentou que sua defesa é trabalhar por Campo Grande, e não fazer demagogia com a população.

Na segunda-feira, o prefeito irá realizar uma coletiva para prestar esclarecimento a todos.

Bernal e Thaís Helena – O prefeito Alcides Bernal e a Secretária da SAS (Secretaria da Assistencia Social), Thais Helena, se responsabilizaram por resolver os problemas herdados do mandato de Neslinho Trad.

Durante o Evento, foi cobrado por Gilda Macedo, presidente da Atimaras, que os coletores não conseguem ser incluídos em um programa do Governo Federal por falta de licença ambiental e termo de cedência.

Em resposta, Thaís Helena explicou que a concessão feita para a CG Solurb, foi feita de modo errado. “Fui contra a concessão da Solurb porque não incluía os coletores. Não foi esse governo que criou os problemas dos coletores e da usina, mas estamos agindo para resolvê-los”.

Neste momento, a secretária questionou os catadores no evento: “Quem entregou a usina sem termina-la? Quem entregou sem a licença? Quem entregou sem o termo de cedência e plano de comodato?”, em resposta, os coletores gritaram “Nelsinho Trad”.

A secretária acrescentou, por fim, que o prefeito Bernal assumiu a prefeitura há oito meses, e não há 16 anos.