30 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 24º

GOVERNO FEDERAL

Bolsonaro diz que fará churrasco 'para uns 30' e que vai visitar a mãe

No dia em que o Brasil chegou a 9.146 óbitos por conta da Covid-19, o presidente avisa que vai fazer uma festa

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse ontem, 5ªfeira (7.maio), que pretende fazer um churrasco no próximo sábado (9.maio), para uns 30 convidados e pretende visitar a mãe em duas semanas.  "Vou fazer churrasco sábado aqui em casa. Vamos bater um papo, quem sabe uma peladinha. Devem ser uns 30 (convidados). Não vai ter bebida. Vai ter vaquinha, R$ 70,00", afirmou o presidente ao retornar no final do dia para o Palácio da Alvorada.

Se fizer mesmo a festa, Bolsonaro contraria as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), além de afrontar as orientações do seu próprio ministério da Saúde, gerido por Nelson Teich, que diz para o povo evitar aglomerações nesse período de pandemia, devido ao coronavirus que já 9.190 pessoas no Brasil e matou 10 em Mato Grosso do Sul.

As mortes por coronavírus, já equivalem a 32 tragédias de Brumandinho: a barragem pertencente à mineradora Vale que rompeu-se no dia 25 de janeiro de 2019, desencadeando uma onda de lama que destruiu casas, vegetações e matou várias pessoas e animais, e matou deixou 254 mortos, 16 desaparecidos e nenhum preso. 

A mãe do presidente mora em Eldorado, região do Vale do Ribeira, no interior de São Paulo, a 248 quilômetros da capital paulista.

Desde a decretação do estado de emergência em razão da pandemia, o presidente Bolsonaro tem tido vários compromissos no final de semana contrários às recomendações de isolamento social. Em Brasília, ele já visitou o comércio local, causando aglomeração em regiões administrativas da capital federal e participou de manifestações favoráveis ao seu governo e contrárias ao Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal.

VEJA O VÍDEO REPERCUTIDO NO PROGRAMA BRASIL URGENTE, DA BAND