26 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

CRISE

Bolsonaro tenta trocar comando da PF e pôr amigo da família; Moro reage

Ministro da Justiça teria pedido demissão

Jair Bolsonaro comunicou nesta quinta-feira (23.abril) ao ministro da Justiça, Sergio Moro, que pretende trocar o comando da Polícia Federal, ocupado por Marcelo Valeixo, colocado no cargo pelo então ministro da Justiça. No entanto, a tentativa rendeu, segundo interlocutores do Planalto, a auto demissão de Moro, que disse que se “Marcelo sair, ele também sai”, e pediu demissão. Bolsonaro por sua vez, tenta reverter a decisão do ex-juiz. A informação ainda naõ é oficial. 

Bolsonaro não deu nenhuma justificativa ao ministro para a troca de comando. 

Moro, ao ser informado, demonstrou perplexidade uma vez que Valeixo é um nome de sua confiança e um dos policiais mais respeitados da instituição. Quem acompanha as investidas de Bolsonaro desde o ano passado diz que o problema para o presidente não é Valeixo, mas o próprio ministro. E que o presidente quer um diretor-geral próximo à família Bolsonaro, e é aliciado pelos filhos a seguir por esse caminho.

Com isso, Bolsonaro teria a principal polícia investigativa sobre seu comando e blindaria as investigações que envolvem o nome de sua família, o caso da ‘rachadinha’, ‘fábrica de chocolates’, ‘crimes por divulgação de falsas notícias’, entre outras, que atingem diretamente os filhos Flávio e Eduardo Bolsonaro.