15 de junho de 2021
Campo Grande 28º 15º

Cabo eleitoral de Dilma e Delcídio, Lula leva 15 mil a comício em CG

A- A+

O ex-presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva esteve em Campo Grande, ontem e juntamente com  candidato ao governo do Estado reuniu cerca de 15 mil pessoas, segundo cálculos da Polícia Militar, que se concentraram ao lado do Parque Ayrton Senna para ouvir as propostas de Delcídio para governar o estado. “Foi uma belíssima festa popular e democrática, onde a gente sentiu a alegria e a emoção das pessoas que acreditam em um Mato Grosso do Sul moderno, socialmente justo e com oportunidades para todos. Nós fomos ao encontro do povo, tanto no comício do Aero Rancho quanto na carreata que fizemos na região do Nova Lima. E lá a reação foi igual,  com as pessoas nas ruas, nas portas de lojas, nas portas das casas, em um trecho curto, mas com um apelo popular forte. Não tenho dúvida de que entramos com vantagem na reta final, sem contar que o crescimento da presidente Dilma, no plano nacional, como comprovam as últimas pesquisas, também nos ajuda bastante”, avalia Delcídio. O avião em que Lula estava desceu em Campo Grande por volta das 17h e seguiu direto para a região Norte da Capita, onde embarcou com Delcídio em um Jeep que  percorreu, as ruas dos bairros Nova Lima, Vida Nova e  Tarsila do Amaral. Foram quase duas horas para percorrer cerca de 2 km. Em seguida, Lula e Delcídio seguiram para o comício no Aero Rancho. O ex-presidente aconselhou o candidato da Força de Todos a não reagir a provocações. “Vamos encarar a provocação do nosso adversário com um sorriso na cara e mostrar as nossas propostas e o que fizemos por esse estado e por esse país, comparando com o que eles fizeram nos oito anos que ficaram no poder. Os nossos adversários não querem saber de gente, não gostam de gente. Esse é o perfil deles. A elite nunca se interessou em dar oportunidades aos pobres desse país. Conhecimento é uma forma de dominação, então, enquanto eles mandavam os filhos deles para as melhores escolas e até para o exterior, aqui no máximo os jovens pobres conseguiam terminar o segundo grau. E só para entender o quanto isso mudou com o PT basta ver os 80 mil jovens de famílias pobres que o Governo da Dilma já mandou estudar no exterior. Quando as pessoas simples desse estado viviam na miséria, era raro comer carne, comprar  óleo pra fazer comida, enquanto os fazendeiros viviam em Brasília querendo renegociar suas dívidas. Quando o PT melhorou a vida desse país, as pessoas passaram a comer carne todo dia, e não mais dois pedaços de frango ou 2 kg de carne de segunda. E fizemos isso em paz, sem guerra, porque só queremos ter os mesmos direitos que eles. Na hora que o povo melhorou de vida, as lojas melhoraram, os supermercados, os fazendeiros começaram a produzir mais e passaram a ganhar mais dinheiro. Hoje uma moça me disse uma coisa que me emocionou: segundo ela, por causa do  PSDB ela que vender o carro para pagar os estudos, mas graças ao PT ela comprou casa e entrou na universidade. Por isso Delcídio, não responda a eles. Responda ao povo que confia em você”, afirmou Lula , levando a multidão ao delírio. Leide Laura Meneses