20 de setembro de 2020
Campo Grande 27º 19º

Carla Stephanini mantém mistério sobre candidatura a deputada estadual

Mesmo após o presidente estadual do PMDB, deputado Junior Mochi, ter declarado que deseja ver toda a bancada de vereadores peemedebistas da Capital na disputa por uma vaga na Assembleia, Carla Stephanini e Edil Albuquerque se mostram resistentes à ideia.

Carla afirmou estar conversando com o partido. “Como pessoa pública, estou sempre à disposição do partido. Sendo ou não candidata. Prefiro dizer que estamos conversando com as lideranças maiores do partido”, declarou. Já Edil deixou claro que não pretende concorrer. “Por enquanto não”.

Até o momento estão confirmados como pré-candidatos às eleições estaduais os vereadores peemedebistas Paulo Siufi, Mario Cesar e Wanderley Cabeludo.

Siufi já afirmou que seria um erro do partido não deixá-lo concorrer. Mario Cesar garante que sua campanha não atrapalhará o final de sua gestão na presidência da Câmara Municipal, que acaba em dezembro deste ano, e Wanderley Cabeludo conta que está à espera de entrar na disputa há anos.

Questionado se o número elevado de candidatos do mesmo partido não poderia dividir os votos entre os candidatos correndo o risco de não eleger ninguém, Wanderley Cabeludo se diz confiante. “Acaba dividindo em alguns segmentos, mas não chega a prejudicar. Sendo vereador da Capital, o Estado inteiro vê o seu trabalho”, argumentou.

Também devem disputar vagas na Assembleia Legislativa pelo PMDB, os deputados estaduais Junior Mochi, Eduardo Rocha, Maurício Picarelli e Marquinhos Trad.

Diana Christie