20 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Chiquinho afirma que base não foi feita para “segurar prefeito”

O vereador Chiquinho Telles (PSD) afirmou na manhã de hoje que os vereadores da situação devem se atentar às denúncias contidas no relatório da comissão processante, ao invés de votar contra a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP), apenas por motivos políticos.

“A base foi feita para ajudar a administração dele, não para segurar prefeito. Tem que votar pela população. Não sou contra a pessoa dele (Bernal), mas sim ao trabalho dele. Quem votar contra o relatório não está votando a favor do prefeito, está votando contra a população”, declarou.

Segundo o vereador, a decisão do STJ (Supremo Tribunal Eleitoral) pela continuidade da sessão de julgamento prova que a Câmara Municipal sempre esteve correta. “Teve um ano e meio de administração e a gente vê que a população no começo entendia como perseguição da Câmara, mas essa decisão que veio do STJ mostra que a Câmara sempre esteve no caminho certo. A população nos cobra e a gente tem que apurar”.

Chiquinho ainda argumenta que alegar inexperiência fica cada vez mais difícil já que os erros do ano passado se repetem na administração de 2014. “O relatório apresenta muitos erros, indicações de improbidade administrativa e técnica. Dá para refletir na população que não recebe atendimento. Não sei se é por inexperiência, mas este ano continua no mesmo batidão. As crianças não receberam uniformes, kits escolares, a cidade está abandonada, com buracos e mato para tudo que é lado. É um mau trato do recurso público e quem termina sofrendo lá na ponta é a população”.

Diana Christie