19 de janeiro de 2021
Campo Grande 27º 21º

Eleições 2018

Com apoio do governador, Nezzi define prioridades para Caarapó

Um dos principais apoiadores do pedetista é o governador reeleito Reinaldo Azambuja

No próximo domingo, 25, mais um compromisso com as urnas vai marcar o ano político de Mato Grosso do Sul. Em Caarapó, na região fronteiriça do Cone Sul, a 273 km de Campo Grande, com cerca de 30 mil moradores e 20,4 mil votantes, os eleitores vão escolher seu prefeito mais uma vez. Os vencedores da disputa de 2016, o prefeito Mário Valério e seu vice Martin do Posto, ambos do PR, ficaram no cargo até agosto deste ano, quando tiveram seus mandatos cassados após denúncia de compra de votos e abuso de poder econômico feita pelo Ministério Publico e acatada pela Justiça Eleitoral. A Justiça convocou então novas eleições.

Desde setembro quem está respondendo pela chefia do Executivo é o vereador André Nezzi (PDT). Pela condição de presidente da Câmara Municipal, ele cumpre a regra jurídico-constitucional que põe os detentores do cargo na linha de sucessão, depois do prefeito e do vice. Com Leônidas Ignácio Moreno (DEM) de vice, Nezzi vai disputar a Prefeitura contra o ex-prefeito Elzo Cassaro (Avante), cujo companheiro de chapa é Jurandir Alves Machado (PV).

Um dos principais apoiadores do pedetista é o governador reeleito Reinaldo Azambuja (PSDB), que agendou para esta quarta-feira, 21, um encontro no Clube Social da Apae com os candidatos e as lideranças de suas forças de sustentação. Nezzi destacou que está reafirmando junto ao governador as grandes prioridades definidas durante as conversas constantes com a populaão. “Em primeiro lugar temos os desafios da geração de empregos, saúde, combate ao déficit habitacional e infraestrutura”, explicou.

“Tenho certeza que o governador está a par desta situação e vai atender nossa gente. Ele, por sinal, já vem atendendo bem e com a releição, ainda mais forte, vai ampliar e melhorar a presença do Estado em Caarapó”, disse Nezzi. “Afinal, o nosso município sofreu muito com as instabilidades causadas pelas incertezas do processo político”, acrescentou.

Novo governo 

André Nezzi salientou também sua confiança nos horizontes que se abrem com a nova composição do governo federal, sobretudo a partir da escolha de dois ministros de Mato Grosso do Sul, os deputados Luiz Henrique Mandeta (da Saúde) e Tereza Cristina Corrêa da Costa (da Agricultura). Para ele, são duas lideranças respeitadíssimas e credenciadas pelo papel que vêm desempenhando na profissão e no mandato.

De acordo com André Nezzi, as escolhas do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) foram muito bem feitas e caem como uma luva para o estado, especialmente para Caarapó. “Nosso município vai ter um olhar diferenciado e mais atencioso do governo federal, com certeza. E um olhar que deverá contemplar nossas principais potencialidades, como a agricultura familiar e o agronegócio, tão bem realçadas pela deputada Tereza Cristina. Da mesma forma, a nossa carência em investimentos em atenção básica na saúde será suprida com o trabalho do deputado Mandetta no Ministério”, frisou.