20 de setembro de 2021
Campo Grande 38º 26º

CORONAVÍRUS

Com novo recorde de casos de Covid nas últimas 24 horas, população não está atendendo aos apelos

A- A+
 

Nas últimas 24 horas o Mato Grosso do Sul registrou 1.616 novos casos para Covid -19 e mais 20 mortes. Estamos agora a marca de 205,712 casos confirmados e 3.915 óbitos causados pela doença. A faixa etária das pessoas que perderam a luta contra o vírus é maior entre os que têm entre 30 e 39 anos (23,7%), seguida pela faixa de 20 a 29 anos (19,7%).

Apesar dos decretos e medidas tomadas pelo Governo do Estado e municípios, a taxa de contágio continua crescendo e já está em 1.4%. Nas palavras do secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende "infelizmente a população não está atendendo aos nossos apelos". Segundo ele, o negacionismo da doença continua presente em boa parte das pessoas.

Os cinco municípios que registraram a maior alta de novos casos são: Campo Grande com mais 419 (total de 82.4889); Três Lagoas + 186; Dourados +165; Naviraí +66 e Sidrolândia +54. A média móvel dos novos casos subiu para 1.167,3 nos últimos 7 dias.


As mortes foram registradas em 10 municípios. Na capital o número de perdas é de 9 pessoas; em Brasilândia e Dois Irmãos do Buriti dois pacientes em cada uma. As cidades de Três Lagoas, Tacuru, Cassilândia, Rio Brilhante, Nova Andradina, Mundo Novo e Costa Rica tiveram registro de um óbito cada uma.

No entanto, Resende ressaltou que este número de mortes não representa a realidade e pode ser ainda maior. Isto porque o sistema que faz o registro está com dificuldades para inserir os dados.

A taxa de ocupação hospitalar segue dramática nas cinco macrorregiões do Estado. Campo Grande registra 110% (com o número excedente de pacientes ocupando leitos improvisados); Três Lagoas está com 96% da sua ocupação; Dourados com 91% e Corumbá tem 100% de ocupação.

O total de pacientes em isolamento domiciliar subiu para 12.890 pessoas. Estão hospitalizados 1.092 pacientes. São 613 em leitos clínicos (419 leitos públicos - 194 em leitos privados), e 479 pacientes estão em leitos de UTI (356 públicos - 123 privados).

Theresa Hilcar, Subcom

Fonte: Governo MS