23 de outubro de 2020
Campo Grande 33º 22º

Comissão Processante é motivo de instabilidade política

Tayná Biazus e Diana Christie

Para o vereador João Rocha (PSDB), a abertura da CP (comissão processante) aprovada ontem na Câmara Municipal de Vereadores e irá investigar o mandato do atual prefeito Alcides Bernal (PP) e que tem como mesa os vereadores Edil Albuquerque (PMDB), como presidente, Flávio Cesar (PT do B) como relator e Alceu Bueno (PSL) como membro é sinônimo de instabilidade política.

O que deve ser feito agora é manter a cabeça erguida e ser maior que o que acontece hoje. Essa CP causa insegurança empresarial, porém isso não irá significar que será interferido no dia-a-dia da administração de Bernal.