19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Lava Jato

Conselho de Ética aprova abertura de processo de cassação de mandato de Delcídio

O Conselho de Ética do Senado aprovou por unanimidade a abertura de processo de cassação do mandato do senador Delcídio do Amaral por quebra de decoro. Delcídio foi preso pela Operação Lava Jato em 25 de novembro de 2015 por atrapalhar as investigações. O senador foi solto e efetuou com Ministério Público Federal um acordo de delação premiada, homologado nesta terça-feira (15). 

Com 11 votos favoráveis e nenhum contrário, o relatório do senador Telmário Mota (PDT/PR) que prevê a abertura de processo de perda de mandato contra o senador foi aprovado. Os senadores do Conselho de Ética definiram dia 23 de março como data para primeira oitiva do senador, que retorna ao trabalho após licença médica no dia 22. A oitiva será às 10 horas (horário de Brasília).

Nesta terça-feira (15) o senador Delcídio do Amaral que se desfilou do PT de Mato Grosso do Sul, apresentou mandado de segurança com o objetivo de conseguir uma liminar para suspender o processo contra ele no Conselho de Ética do Senado por quebra de decoro parlamentar. Entretanto, nesta quarta-feira (16) o pedido foi negado pelo Supremo.