24 de janeiro de 2021
Campo Grande 29º 22º

Deputados alegam que cassação de prefeito da Capital afeta Mato Grosso do Sul

 Lamentando a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP), o deputado Lauro Davi (PROS) ressaltou na manhã de hoje, que essa situação é algo politicamente ruim para Mato Grosso do Sul. “Essa situação é ruim para Mato Grosso do Sul, porque com essa troca do prefeito, vamos ter que começar do zero. Teremos mudanças nas secretarias novamente e Campo Grande vai ficar parada por mais algum tempo, até Gilmar Engrenar”.

Concordando com os argumentos de Lauro Davi, de que a cassação é um ponto negativo para a população, o deputado estadual Osvane Ramos (PROS) destaca que o processo político de cassação não contribui com a democracia e critica as atitudes de Bernal. “Eu lamento o fato da cassação, isso não contribui para a democracia. Faltou habilidade do Bernal com os vereadores, o executivo precisa conversar com o legislativo. Não tem como o executivo tomar uma decisão sem antes conversar com o legislativo, o certo é caminhar juntos  para atender o clamor da sociedade”, afirma Osvane.

Alcides Bernal (PP) teve seu mandato de prefeito cassado na noite de ontem, na Câmara Municipal, onde 23 vereadores votaram a favor de sua cassação e 6 votaram contra.

 Dany Nascimento e Tayná Biazus