23 de setembro de 2020
Campo Grande 31º 17º

Governador André Puccinelli defende aumento da participação das mulheres na política

A abertura da Campanha do Mês da Mulher aconteceu na Governadoria do Estado na manhã de hoje e irá contar com palestras, oficinas de artesanato e blitz educativas durante todo mês de março. Também serão realizadas feiras que oportunizam às mulheres comercializarem produtos artesanais e alimentícios, tendo como objetivo sua independência financeiras. O tema da campanha é “Toda Mulher traz dentro de si a força para chegar onde quiser”. A diretora do Instituto Patrícia Galvão, Jacira Melo, abriu a programação de eventos com a palestra “Protagonismo das Mulheres Brasileiras”. Ela discutiu o avanço da mulher no trabalho, na questão das creches e do poder aquisitivo. Segundo ela, metade da população ativa passa por mulheres, mas as dificuldades são as mesmas de dez ou 20 anos atrás. No lançamento, o governador André Puccinelli (PMDB) falou sobre a emancipação da mulher, que aconteceu devido a sua competência. Hoje, a participação de mulheres na área política é menor, e por esse motivo o governador pede uma maior participação nesta área, defendendo assim, a participação da mulher na política brasileira. “Nosso intuito é que no parlamento federal equacione essa questão através da legislação”, afirma. Em seu discurso, Puccinelli lembrou que quando foi prefeito de Campo Grande, em seu primeiro escalão, somando os funcionários havia uma mulher a mais que os homens. Agora em seu mandato de governador, são duas mulheres a mais que os homens. Quanto à participação da mulher na política, o governador acrescentou ainda que, ele pesquisou em municípios do Estado possíveis candidatas ao governo estadual e federal.  Na procura nos municípios de Corumbá- distante 444 km de Campo Grande – e Ladário – distante 435 quilômetro – foi um ano de pesquisa sem resultado. Já em Naviraí – distante 359 quilômetros da Capital – o objetivo era encontrar uma representante para concorrer a deputada federal e duas ou três para deputada estadual, representando o Conesul, porém também não foi encontrada. Tayná Biazus e Diana Christie