27 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 22º

Jerson se licencia do PMDB na próxima semana

O deputado estadual e presidente da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), Jerson Domingos (PMDB) ressaltou que pedirá licença do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) na próxima semana. Jerson pretende conversar e apresentar seu pedido ao presidente regional do partido, Junior Mochi (PMDB). “Acredito que na próxima semana estarei me reunindo com o presidente regional do partido, Junior Mochi e apresentando meu pedido de licença”, explica o deputado.

Jerson não pretende tentar se reeleger como deputado estadual durante as eleições de 2014 e garantiu que seu apoio será para o pré-candidato ao governo do Estado, Delcídio do Amaral e para a pré-candidata a presidência da República, Dilma Rousseff (PT). Mesmo que o PMDB tenha votado a favor de uma aliança entre o vice-governador Michel Temmer (PMDB) e Dilma Rousseff (PT) durante a convenção nacional do partido em Brasília, o parlamentar pedirá licença do partido, levando em consideração que no Estado, o PMDB caminhará com o pré-candidato a presidente, Eduardo Campos e com Nelsinho Trad (PMDB).

“Pedirei licença para apoiar a Dilma e o senador Delcídio. A Simone continua sendo minha pré-candidata ao Senado e como apoio apenas a Simone no PMDB, terei que me licenciar do partido, por questão de respeito”.

Além de Jerson, o governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB) cogitava se licenciar do partido para apoiar Dilma, mas com a aliança entre Temmer e Dilma, Puccinelli continua no partido, declarando apoio à pré-candidata petista.

Dany Nascimento