23 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

José Ancelmo afirma que Simone pode ser vice de Nelsinho

Recém-filiado ao PSB (Partido Socialista Brasileiro) e amigo próximo do governo André Puccinelli (PMDB), o ex-conselheiro do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado) José Ancelmo dos Santos, admitiu nesta manhã a possibilidade de um novo cenário paras as eleições de 2014.

page

Segundo ele, a vice-governadora Simone Tebet (PMDB), cogitada como candidata do PMDB ao senado, pode assumir, mais uma vez, a tarefa de ser vice-governadora e acompanhar o pré-candidato peemedebista ao governo do Estado, Nelsinho Trad, abrindo assim espaço na chapa majoritária do partido para outras alianças.

“A Simone para governadora eu não acredito nessa hipótese até mesmo porque ela não quer. O sonho dela é o Senado. Agora a Simone hoje não é problema para o partido. Se mandarem ela para ser vice, ela aceita”, declarou.

Neste novo cenário, Nelsinho teria mais liberdade para negociar novas alianças com outros partidos, o que facilitaria um entendimento com o PSDB, por exemplo, do deputado federal Reinaldo Azambuja, que já garantiu não abrir mão de sua candidatura ao Senado ou ao governo do Estado.

José Ancelmo filiou-se ao PSB em cerimônia realizada na Câmara Municipal na manhã de hoje. Apesar do partido ainda não ter sinalizado que caminho tomará nas próximas eleições, o ex-conselheiro entra no PSB com o aval de André Puccinelli e garante que, se questionado, pretende votar a favor de uma aliança com o PMDB, independente de quem seja o candidato.

Diana Christie