27 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

Maioria dos vereadores reclama que prefeito não executa indicações feitas pela Câmara

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Jerson Domingos (PMDB), aconselhou, nesta manhã, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), a liberar mais recursos para os vereadores trabalharem pela população campo-grandense que necessita de melhorias em diversos bairros da Capital.

Por isso, durante sessão ordinária na Câmara Municipal, o site MS Notícias fez um levantamento com os parlamentares presentes sobre a opinião dos mesmos em relação ao assunto, e questionou qual é número de indicações feitas pelos partidos que já foram executadas pelo prefeito.

De acordo com o vereador Waldecy Chocolate que representa na Câmara de vereadores o PP, partido do prefeito Alcides Bernal, vários bairros da cidade estão em situação de calamidade. “São vários os bairros que estão com problemas de limpeza. Recentemente visitei o Jardim Noroeste, o bairro Paulo Coelho Machado e o Santa Felicidade, pude constatar a calamidade que os moradores enfrentam. Já fiz mais de 300 indicações e nem ao menos dez delas foram atendidas pelo prefeito. Acredito que essa é hora dele pensar em fazer um mutirão de limpeza para acabar com a sujeira nos bairros”, afirmou.

Segundo a vereadora Juliana Zorzo (PSC), mais de dez mil indicações já foram feitas pela Câmara de vereadores. Desse número apenas 200 foram respondidas pela prefeitura. “As pessoas nos pedem iluminação, cascalhamento, podas de árvores, entre outras reclamações, ou seja, nós não tiramos isso da nossa cabeça.”, destaca Juliana.

Para o vereador Chiquinho Teles (PSD) a prefeitura está empurrando as reivindicações da população com a “barriga”. “Não adianta existir um monte de secretarias que não resolvem esses problemas. Somente na sessão comunitária da Câmara aonde os vereadores vão até os bairros, recebi mais de 800 indicações que também não foram respondidas. Esses pedidos que a população nos faz não são invenções feitas por nós, isso acontece quase todos os dias”, declarou Chiquinho.

O vereador Otavio Trad (PT do B) disse que já fez 400 indicações e apenas 10% delas foram respondidas. Segundo ele nem mesmo os ofícios e requerimentos enviados pelos vereadores são respondidos pela prefeitura. A vereadora Grazielle Machado (PR) também concordou com Otavio Trad e afirmou que “existe uma demanda maior do que o atendimento”.

Os únicos parlamentares que discordaram das declarações acima foram os vereadores Eduardo Romero (PT do B) e Luiza Ribeiro (PPS). “As pessoas fazem uma confusão quando acham que o prefeito é obrigado a responder as indicações. O papel dele é repassar esses relatórios para as secretarias executarem o serviço. 75% das minhas indicações foram respondidas, então não posso dizer que nunca fui atendido”, salientou.

Luiza Ribeiro argumentou que não existe dinheiro no presente momento para o prefeito pedir que executem essas obras. “Só porque as indicações não foram atendidas, não quer dizer que o prefeito não quis atender. No momento não existe dinheiro a execução das obras”, finalizou.

Alan Diógenes