29 de setembro de 2020
Campo Grande 37º 20º

ELEIÇÕES 2020

Marquinhos vence com 47,8% dos votos para prefeito na Capital, revela pesquisa

Candidatos bolsonaristas aparecem enfraquecidos e Marquinhos lidera em todas as situações da pesquisa

Em Campo Grande 47,83% dos eleitores votam em Marquinhos Trad (PSD) para prefeito, enquanto outros 23,36% não sabem em quem votar. A soma total das intenções dos potenciais adversário de Marquinhos na corrida pela cadeira da prefeitura é de apenas 34,81%, isso é, todos os números unidos. A observação é feita a partir da primeira pesquisa para prefeito de Campo Grande, divulgada hoje pela Ranking Comunicação e Pesquisa. 

Essa é primeira pesquisa registrada no Tribunal Eleitoral de Campo Grande com o número MS-05366/2020, onde Marquinhos aparece liderando em três cenários possíveis, estimulados pela empresa de pesquisa. A pesquisa ouviu 1,2 mil eleitores entre os dias 28 de janeiro e 2 de fevereiro deste ano. Tem margem de erro de 2,85 pontos percentuais para mais ou menos. A margem de confiança é de 95%.

Entre os possíveis candidatos estão os nomes dos deputados estaduais Coronel David (Aliança pelo Brasil) e Capitão Contar (PSL), que surfaram na onda bolsonarista, mas que agora, após um ano de governo Bolsonaro, veem o eleitorado diminuir drasticamente. David aparece com 3,5% das intenções de votos, enquanto Capitão Contar tem apenas 3,08% das intenções, de acordo com a pesquisa entre todos os nomes possíveis. Juntos, os deputados tem pouco mais de 54 mil votos dos campo-grandenses. 

Incluídos em dois dos três cenários pesquisados, o ex-governador André Puccinelli (MDB) e a deputada federal Rose Modesto (PSDB) seguem no segundo lugar nas pesquisas, mas registram menos de dois dígitos e quase um terço do contabilizado em outros levantamentos.

A Raking simula três senários. No primeiro, incluiu todos os nomes, Marquinhos lidera com 37,66%, seguido por André com 6,08%, Rose Modesto com 4,66%.

Escreva a legenda aqui

No segundo cenário, em que incluí os nomes mais prováveis a concorrer, Marquinhos atinge 47,08% sem André, Rose e Odilon.

No terceiro cenário, Marquinhos fica com 41,83%, seguido por André, com 8,75%, e Rose, com 7,33%.

Ao demonstrar força, Marquinhos põe o PSDB contra a parede aperta fechamento de aliança indicando um vice. Entre os nomes aparecem o presidente da Câmara, João Rocha, o presidente municipal da sigla, João César Matogrosso, ou o chefe de gabinete do governador, Carlos Alberto de Assis. 

A Raking realizou também uma pesquisa espontânea, nessa condição, 32,41% vota em Marquinhos Trad, e outros 37,31% ainda não sabem em quem votar, confira: