12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

CCJR

Picarelli abriu mão da presidênica para não acumular responsabilidades na Assembleia

Deputado afirmou que preferiu ficar como vice presidente em função das várias atribuições que já tem na casa

A- A+

O deputado estadual Maurício Picarelli (PMDB), disse hoje, durante sessão na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, que fez uma avaliação sobre a possibilidade de presidir a CCJR (Comissão de Constituição Justiça e Redação) e concluiu que já tem muitos afazeres dentro da casa.

“Fiz uma avaliação e concluiu que tenho muita atividade na casa e assumir mais a CCJR iria me sobrecarregar”, avaliou o deputado.

Picarelli enfatizou que já cuida das comissões de segurança e estacionamento, assessoria militar, TV Assembleia,  e que ele é presidente da comissão de direto do consumidor, porém a comissão exigiu que ele fosse o vice-presidente da CCJR, auxiliando nos trabalhos da comissão.

O deputado falou que escolheram o Barbosinha (PSB) como presidente da CCJR, a mais importante da Assembleia Legislativa, porque é apto para assumir essa responsabilidade e tem vontade de trabalhar.