30 de outubro de 2020
Campo Grande 24º 18º

Projeto que desenvolve a cultura de MS é aprovado na Câmara Municipal

Luiza Ribeiro

A proposta de emenda a Lei Orgânica do Município nº 64/2013 que busca a destinação de 1% da receita proveniente da arrecadação municipal para ações de fomento, investimento e difusão cultural apresentado pela vereadora Luiza Ribeiro (PPS) foi aprovado em 2º votação hoje na Câmara de vereadores. Todos os votos dos parlamentares foram a favor do projeto.

Durante a ocasião a vereadora Luiza Ribeiro se comprometeu a buscar junto à prefeitura de Campo Grande formas de se colocar a lei em prática o mais rápido possível.  Ainda durante a votação, a vereadora Juliana Zorzo (PSC) agradeceu os trinta artistas que acompanhavam a sessão. Ela disse ser apaixonada por cultura.

De acordo com o vereador Eduardo Romero (PT do B), o prefeito Alcides Bernal (PP) afirmou desconhecer o projeto e por isso não o colocou no Orçamento do Município para 2014.

Por esse motivo, o vereador estranhou a rapidez que o projeto foi votado, mas aprovou a idéia de desenvolver a cultura. “Investir na cultura não é investir em “festinha” como alguns pensam, é reduzir problemas de saúde da população, reduzir a marginalidade e revelar uma identidade cultural de um povo”, destacou.

Para o psicólogo que apóia os artistas, Gilberto Verardo, é de suma importância o desenvolvimento da arte e cultura. “Precisamos continuar com essa luta constante para desenvolver a cultura, o governo precisa destinar mais verbas para a arte de Mato Grosso do Sul”, finalizou.

Alan Diógenes e Diana Christie