27 de maio de 2022
São Paulo 23º 11º

Negociação salarial

Sem acordo com Bernal, administrativos da educação entram em greve

A- A+

Sem acordo com Executivo Municipal, os servidores administrativos da educação de Campo Grande, decidiram paralisar atividades esta semana e devem entrar em greve geral a partir da próxima segunda-feira (11).

Conforme informações do Sisem, será enviado ainda nesta quinta-feira (7) comunicado ao prefeito Alcides Bernal informando-o sobre início da paralisação e até segunda-feira, quando deve ser decretada greve geral, os servidores farão manifestações em frente à prefeitura entre às 11h20 e 12h20.

A greve já havia sido anunciada no início da semana pelo presidente do Sisem, Marcos Tabosa, depois que prefeito enviou à Câmara de Vereadores projeto com proposta de reajuste salarial de 9,57%. Como administrativos e professores foram contrários ao projeto, em meio à pressão dos sindicalistas, os vereadores não aprovaram projeto.

Diante disso, por lei, como 2016 é ano eleitoral, o prefeito não pode conceder reajuste superior a 2,79% que corresponde à correção da inflação do ano.