15 de abril de 2021
Campo Grande 33º 19º

SOLICITAÇÃO

Zé, Pitu e Camila Jara vão lutar para manter Juizado Especial nas Moreninhas

O vice-presidente do TJMS, ficou responsável por marcar uma audiência com o presidente do Tribunal de Justiça

Nesta terça-feira (2. março), a vereadora Camila Jara (PT), o vereador Zé da Farmácia (PODEMOS) e o vereador Silvio Pitu (DEM) foram ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) para solicitar a manutenção da 4ª Vara do Juizado Especial nas Moreninhas. 

Há 20 anos no local, o prédio da 4ª Vara do Juizado Especial Cível e Criminal, passou por reforma com investimentos de mais de R$ 122 mil. A estrutura de 219,57 m² de área foi reformada e teve 87 m² de ampliação. Todo o prédio passou por pintura e foram renovadas as redes elétricas e de computação. Foram construídos três banheiros, um Centro de Processamento de Dados, uma copa e duas salas de conciliação. A área externa foi totalmente fechada com gradil e o jardim reformulado. 

Apesar de agora estar com boa estrutura, o TJMS argumentou que deseja tirar do bairro a 4ª Vara, pois pretendem centralizar os processos. A vereadora Camila Jara rebater a decisão e pediu reunião com o presidente do TJMS.  "A justificativa do TJ para fechar o Juizado Especial nas Moreninhas é que eles estão centralizando os processos, mas centralizar vai deixar essa população desassistida. Fomos recebidos pelo vice-presidente do TJMS, Sideni Soncini Pimentel, e solicitamos uma reunião com o desembargador Carlos Eduardo Contar, presidente do TJ. Queremos pedir para que não fechem essa unidade, dada a importância do atendimento para os moradores da região, mas caso a decisão de mantenha, que fique pelo menos um posto para a população não ficar sem o serviço".

O vice-presidente do TJMS, ficou responsável por marcar uma audiência com o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, desembargador Carlos Eduardo Contar para tratar sobre o assunto em questão.