07 de agosto de 2020
São Paulo 39º 24º
RESPEITO À VIDA RAMAL ASSEMBLEIA

Zeca questiona MPE em relação a Bernal

Tayná Biazus

Através de uma ação na justiça, o MPE/MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), pedindo o afastamento do atual prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP).

A decisão do pedido está nas mãos do juiz David de Oliveira Gomes Filho, da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos. O pedido foi enviado na quarta-feira e recebido pelo TJ/MS (Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul) ontem.

O pedido é de caráter emergencial e foi assinado pelo promotor de Justiça Alexandre Pinto Capiberibe Saldanha, da 30ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de Campo Grande, levando em conta o relatório da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote na Câmara Municipal que enumera possíveis irregularidades na contratação de empresas terceirizadas pela prefeitura.

Para o vereador Zeca do PT, o MPE está tratando com agilidade fora do normal o caso contra Bernal. “Muito estranho a agilidade com que o MPE está tratando o caso do Bernal. Contra o Bernal tem agilidade, e contra o Puccinelli não tem nada. Muito estranho... muito estranho”.

Zeca durante a entrevista questiona a parcialidade do MPE: “E ação contra o enriquecimento ilícito do governador André Puccinelli?”.

Questionado ainda se o pedido de afastamento do prefeito pode refletir na imagem pública de Bernal o vereador acredita que somente o tempo poderá dizer. Espera-se também que com o tempo o prefeito tenha mais diálogo com os vereadores, pois esse conflito é unicamente devido ao desprezo político do prefeito.