06 de dezembro de 2021
Campo Grande 34º 23º

Envolvidos em esquema de exploração sexual eram abordados pelo Facebook, segundo Fabiano

A- A+

Conforme informações do advogado de defesa de Fabiano Viana Otero, 33 anos, que chegou há pouco na DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) para prestar depoimento, há, pelo menos, dez nomes entre empresários e políticos de pessoas envolvidas em esquema de exploração sexual.

Como já havia sido antecipado pelo MS Notícias, a defesa de Fabiano garante que ele possui provas, vídeos e fotos, do envolvimento não só do vereador Alceu Bueno (PSL), indiciado indiretamente por ato libidinoso com duas adolescentes de 15 anos, e do ex-deputado estadual Sergio Assis (PSB), mas também de outras pessoas.

?Amilton Ferreira, no entanto, ressalta que nem todos os nomes que podem surgir na lista de Fabiano podem ser acusados de praticar sexo com as adolescentes. Alguns, segundo advogado, foram apenas abordados por Fabiano e pelos articuladores do esquema, que seriam o empresário Luciano Pageu e o ex-vereador Robson Martins, na tentativa de marcar encontros com as garotas para registrá-los, em vídeos e fotos, e posteriormente praticar a extorsão.

Fabiano aguarda decisão judicial sobre pedido de delação premiada e tenta negociar com justiça trocar redução de pena pelas informações detalhadas do esquema de exploração sexual de menores que ele diz ter. O esquema veio à tona no dia 16 de abril depois da prisão em flagrante de Luciano e Robson por tentativa de extorsão contra vereador Alceu Bueno.

A família de Robson, no entanto, alega que ele foi contratado como advogado por Bueno para ajudá-lo a se defender sabendo que o envolvimento dele com menores viria à tona. Na última quinta-feira, o delegado responsável pelo caso, Paulo Sergio de Souza Lauretto, anunciou que Robson e Luciano serão indiciados por exploração sexual de menores e tentativa de extorsão.