12 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

Operação

Agetran realiza na Capital fiscalização para desafogar trânsito

Para dar mais segurança e fluidez nos principais cruzamentos de Campo Grande, a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) em parceria com a Guarda Municipal está desenvolvendo a Operação Trânsito Rápido. As ações serão realizadas de segunda a sexta, no período da manhã entre às 06h30 e 08h e, no fim da tarde, das 17h às 19h. A prioridade será dos transportes coletivos que circulam em algumas dessas áreas. A operação conta com 15 agentes da Agetran e 12 guardas municipais.

Segundo a Agetran, os 13 cruzamentos onde as equipes da Agetran e GCM estão atuando foram escolhidos em razão do grande fluxo de veículos e faz parte do Plano de Soluções, que pretende, futuramente, investir em soluções e projetos de melhoria nos cruzamentos considerados críticos? entre eles a implantação de novas sinalizações e readequações nas vias. Com esta ação, a Prefeitura Municipal de Campo Grande propõe parceria com a população para que todos se respeitem no trânsito e que tenhamos redução nos índices absurdos de acidentes nas vias.

Em um dos cruzamentos mais complicados é a Avenida Gury Marques com a Interlagos onde em um minuto no horário de pico passam pelo menos 120 carros.O que representa 7,2 mil carros por hora. Nesse período critico dois agentes ficam no local orientando o fluxo de trânsito.

A professora Regina Fernandes, 38 anos, que mora do bairro Dr Albuquerque diz que passa todos os dias no fim da tarde pela no cruzamento e é uma luta para poder atravessar. “Eu faço caminhada na UFMS (Universidade Federal Mato Grosso do Sul) todos os dias depois do trabalho e como moro perto vou e volto andando para casa e já fiquei ate 10 minutos esperando para passar com segurança. Eu sei que aqui poucas pessoas passam andando, mas e perigoso. È bom ter os agentes da Agetran aqui resolve esse trânsito”, explica a professora.

Já o estudante de engenharia da UFMS Marcelo de Castro Lima, 26 anos, conta que é uma guerra para passar pelo cruzamento. “Pela manhã eu tento sair mais cedo para não pegar o trânsito, mas mesmo assim me complicado. Se aqui tivesse um viaduto seria mais fácil, mas tento rotas alternativas, mas muitas vezes aqui continua sendo a melhor. Teve um dia que fiquei 10 minutos tentando atravessar a rua. O jeito e ir jogando o carro para cima para poder passar”, argumenta.

O corretor de imóveis Eduardo Martins de Ferreira, 30 anos, comenta que o trânsito em Campo Grande está ficando cada vez mais complicado com as pessoas sendo muito mal educadas.” Pelo meu trabalho eu ando muito de carro mostrando casa e nos horários de picos a falta de educação impera no trânsito. Já cheguei a ficar um tempo tentando passar no cruzamento da Três Barras Av. José Nogueira Vieira e na Spipe Calarge com a Interlagos e você vê que o povo não respeita mesmo fura o sinal, não para nas rotatórias. Se os guardas e os agentes não ficarem orientando o trânsito nessas vias ficam pior”, alerta.

A Agetran orienta os motoristas a tentar pegar rotas alternativas e se puder sair um pouco mais cedo ou mais tarde do trabalho. Tentar utilizar veículos coletivos ou alternativos como bicicletas.

 

A Operação Trânsito Rápido ocorrerá inicialmente nas seguintes localidades:

 

Av. Neli Martins (Via Park) x Av. Mato Grosso?

 

Rua Joaquim Murtinho x Av. Eduardo Elias Zahran?

 

Av. Duque de Caxias x Av. Afonso Pena?

 

Av. Três Barras x Av. José Nogueira Vieira?

 

R. Spipe Calarge x Av. Interlagos?

 

Av. Costa e Silva x Av. Fabio Zahran?

 

Av. Coronel Antonino x Av. Cônsul Assaf Trad?

 

Trevo Imbirussú?

 

Av. Lúdio Martins Coelho x Av. Duque de Caxias?

 

Av. Euler de Azevedo x Av. Tamandaré?

 

Av. Interlagos x Av. Gury Marques (rotatória da Coca­Cola)?

 

Rua Joaquim Murtinho x Av. Ceará?

 

Entrada/saída do Terminal Bandeirantes x R. Alegrete.