18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

ESCRAVIDÃO | MINAS GERAIS

Século '21': Família fez mulher negra de escrava por 38 anos

Mulher foi feita escrava desde os 8 anos de idade e libertada apenas aos 46 anos, no final de novembro de 2020

Madalena Gordiano, de 46 anos, foi libertada no final de novembro após ter sido feita escrava desde os 8 anos de idade quando foi pedir pão à uma família de Pato de Minas. A dona da casa, Maria das Graças Milagres Rigueira, uma professora, teria se oferecido para adotar a pequena Madalena, mas ao ir morar com Maria, a primeira ação tomada pela professora foi não permitir que Madalena fosse à escola, confinando ela no imóvel e a destinando para serviços domésticos. A reportagem é do Fantástico.  

Madalena ficou então com a família, ajudando a criar os filhos de Maria, lavava a casa, lavava louças e não recebia por isso. Após 24 anos de trabalho escravo, o marido de Maria ordenou que Madalena fosse descartada. Segundo Madalena, devido a idade, o homem já não queria ela na casa. Maria obedeceu o marido, mas não liberou Madalena, sim, a "deu" para o filho, também professor, Dalton Cesar Milagres Rigueira, que trabalha em uma universidade de Patos de Minas. Segundo o Fantástico, Dalton obrigava Madalena a trabalhar de 'domingo a domingo', sem que ela fosse remunerada por isso. O professor negou que ela fosse sua empregada, alegando que ela era "parte da família". 

A psicóloga e Doutora em Saúde Pública da Universidade Federal de Rio Branco (UFRB), Jeane Saskya Campos Tavares, explicou em entrevista ao Fantástico, que famílias brancas dizer que a pessoa que está sendo feita escrava é "parte da família" é, segundo ela, "um clássico das relações raciais brasileira".  

Madalena vivia em condições análogas a escravidão, é  o que revelou a investigação do Ministério Público do Trabalho mineiro. A família investigada pode pegar até 20 anos de prisão, cada um dos indiciados. Eles também podem responder pelo crime de apropriação indébita, pois segundo Fantástico, Dalton sacava cerca de 8 mil em pensão, deixado por um parente da família, militar, que teve relações com Madalena, morreu e deixou para ela a pensão. Mas segundo Madalena, Dalton repassava apenas "R$ 200 ou R$ 300" para ela.  

Desde 1995, 55 mil pessoas foram resgatadas em situação de escravidão no país, a maioria na zona rural. Ano passado, 14 pessoas foram resgatadas do trabalho escravo doméstico - que é mais difícil de ser identificado. Assista à reportagem.

Fonte: (FANTÁSTICO).