20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

Ministério da Justiça veta Vídeo Show para menores de 10 anos

O Ministério da Justiça reclassificou ontem (6) o Vídeo Show como impróprio para menores de 10 anos. Antes, o programa era livre para todas as idades.

O ministério, segundo despacho publicado no Diário Oficial da União, detectou "linguagem imprópria" na atração comandada por Zeca Camargo. Caso o programa não elimine a tal "linguagem imprópria" (expressões de teor sexual, por exemplo), corre o risco de ser reclassificado como inadequado para menores de 12 anos, o que inviabilizaria sua exibição na faixa das 14h.

O ministério alertou a Globo de que estará monitorando o Vídeo Show pelos próximos 30 dias.

Segundo o despacho no Diário Oficial, o Ministério da Justiça questionou a Globo em 20 de dezembro sobre a "constatada exibição de conteúdos incompatíveis" com a classficação livre.

Em resposta, a própria Globo, no último dia de 2013, solicitou a reclassificação para dez anos, "alegando desejar contar com maior flexibilidade na escolha do conteúdo, levando ao programa novos temas e maior variedade de assuntos incompatíveis com a classificação livre".

O Ministério da Justiça não revela detalhes do que levou à reclassificação do Vídeo Show. ONotícias da TV apurou que o "problema" são as entrevistas e brincadeiras comandadas por Zeca Camargo, que eventualmente avançam para algo mais malicioso ou sensual (caso de coreografias: Zeca fez a dança do bumbum).