18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

ENSINO CAPITAL

Aulas presenciais da REME voltam em 19 de julho, por formato híbrido

Secretária Elza Fernandes disse que o retorno, com revezamento de alunos, foi garantido com a imunização dos professores

A- A+

Foi divulgado hoje, em live pela Câmara Municipal de Grande nesta 4ª feira (12.mai.2021), que as aulas da Rede Municipal de Ensino (Reme) serão retomadas a partir de 19 de julho, segundo confirmou a Secretária de Educação do Município (Semed), Elza Fernandes.

Até o dia 1º de julho é válido o decreto de ensino à distância e, depois dessa data acontece a retomada, que será estendida também às Escolas Municipais de Ensino Infantil (Emeis), que atendem crianças de seis meses a três anos.

Elza Fernandes explica que o foco era o retorno presencial, desde quando foi decretada a suspensão das aulas. Em conversa com o secretário de Saúde, José Mauro, ela disse que a garantia da vacinação dos professores, exigida pelos profissionais, foi um dos motivos que trouxe segurança ao retorno.

"A Semed tem sim se preparado para o retorno das aulas presenciais, desde o dia 18 de março de 2020. Com a suspensão, sempre estivemos com essa perspectiva de um retorno mas, diante da situação pandêmica a qual o nosso município se encontra, então não tivemos ainda essa segurança para voltar", afirmou Elza.

De acordo com a Secretária, José Mauro deu a possibilidade de antecipar a 2ª dose do imunizante também e dar essa prioridade para os profissionais da educação.  

"Houve o decreto com a suspensão das aulas presenciais até 1º de julho. Iniciamos a vacinação em 30 de abril, porque era uma condição que colocamos para o retorno das aulas presenciais", diz.

Durante o encontro na Câmara, organizado pela Comissão de Saúde da Câmara Municipal, a secretária ainda explicou o calendário até o primeiro dia de aula.

"Do dia 2 ao dia 16 faremos o recesso escolar. Nosso planejamento é retornar com os alunos na forma híbrida no dia 19, considerando que nessa data, praticamente, já estaríamos quase terminando a segunda dose da vacina", comenta Elza.

Entretanto, o retorno não é 100% e funcionará de forma híbrida, como evidencia a secretária. "Será feito de acordo com a realidade de cada escola e mediante o Procedimento Operacional Padrão (POP), respeitando o distanciamento e quantidade de alunos a serem recebidos”.  

Segundo a titular da Educação, cada escola terá um procedimento operacional, tendo em vista as diferentes quantidades de alunos de cada instituição. Dessa forma, a secretária explica que uma turma atenderá às aulas e outra acompanhará em casa pela TV e Rádio Reme. Na semana seguinte, as turmas revezam os papéis e quem ficou em casa vai à escola tirar dúvidas sobre o conteúdo.

Na live de hoje (12.mai) estiveram presentes o presidente da Comissão, vereador Dr. Sandro Benites, além do vereador Prof. Juari; Prof. Riverton; Tabosa e Otávio Trad.

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Até as 17 horas do dia 11 de maio a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) contabilizou 364.029 mil casos, destes 97.226 confirmados, 1048 suspeitos e 265.755 descartados.

Dos casos positivos, 1642 em isolamento domiciliar e 396 internados, dos quais 108 em leitos clínicos públicos e 79 em privados e 143 em leitos de UTI públicos e 54 privados.

Campo Grande também computa 2.585 óbitos por Covid-19 enquanto o estado de Mato Grosso do Sul apresenta 6016 mortes.