28 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 22º

Campo Grande

Ex-BBB Gyselle Soares dá dicas para ir à França sem passar perrengue

A- A+
source
Gyselle Soares lança livro em abril
Divulgação
Gyselle Soares lança livro em abril




Paris  é um dos destinos turísticos mais populares do mundo -- e um dos mais românticos também. Mas a cidade é conhecida por seus batedores de carteiras no metrô, os táxis falsos na saída do aeroporto e o mau humor dos garçons. 

Se você planeja ir para a  França, a ex-BBB Gyselle Soares, vice-campeã da oitava edição do reality, dá dicas essenciais para você organizar sua viagem. A atriz, que mora há 15 anos no país, trabalhou como empregada doméstica, babá e garçonete, mas hoje, com uma carreira consolidada, lança o livro "Bonjour! Como fazer uma carreira de sucesso fora do Brasil".


Cuidado ao sair do aeroporto

Logo que você sai do aeroporto, você pode cair em um golpe! Existem táxis e ubers falsos, por isso, confira antes o percurso do aeroporto até seu hotel e, se possível, acompanhe a viagem por um GPS. "Quando veem que você é estrangeiro, eles ficam dando voltas até chegar ao seu endereço", explica. Para se locomover até os pontos turísticos, prefira utilizar o metrô, se sua cidade disponibilizar esse meio de transporte, a pé ou utilizando uma bicicleta. 

Atenção nos locais turísticos

A ex-BBB alerta para as pessoas que abordam os turistas pedindo ajuda e os ciganos localizados nas partes mais turísticas: "Eles aproveitam a distração das pessoas para pegar celular e carteira". 

Aprenda o básico do francês

Os franceses não gostam de falar outras línguas, além disso, nem todos falam inglês, por isso é importante conhecer algumas palavras mágicas, como "Bonjour'' (Olá ou Bom dia), "Merci beaucoup" (Muito obrigado/a) e "Excusez-moi" (Com licença).

Na hora de pedir alguma informação, Gyselle explica que a dica é sempre ser educado: "Bom dia, por favor, onde fica tal lugar?". E, após obter a ajuda, responda: "Muito obrigado/a".

Você viu?

Não apresse o vendedor ou o garçom

"Os brasileiros são muito apressados quando, por exemplo, vamos a um restaurante e queremos logo a comida. Lá não acontece assim", explica Gyselle. Ela também aconselha a pedir tudo de uma vez. "Eles não gostam que você peça uma coisa, depois desiste, pede outra, ou lembra de alguma coisa e pede mais depois".

Gyselle Soares e a Basílica de Sacré Cœur
Divulgação
Gyselle Soares e a Basílica de Sacré Cœur


Conheça os arrondissements parisienses e os explore

A cidade de Paris é dividida em 20 bairros, os chamados arrondissements. Cada um com estilos diferentes do outro. Para Gyselle, o mais popular é o 9°, onde fica o famoso paraíso das compras, as Galeries Lafayette, e o Le Grand Rex, com cinema e concertos. 

Já o bairro de Montmartre, no 18° arrondissement, tem um dos cenários mais bucólicos da cidade, com artistas de rua, cafés e cabarés, como o famoso Moulin Rouge, o Café des Deux Moulins, local da gravação do filme "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain", e Abbesses, onde encontramos o Muro do Eu Te Amo, mural em que a frase de amor está escrita em centenas de idiomas.Lá também se encontra a Basílica de Sacré-Coeur. 

No 5°arrondissement fica a Catedral de Notre Dame, uma construção gótica da Idade Média. "O bairro é uma área bastante jovem, com ótimos cafés e restaurantes", conta. No 7°, fica a Torre Eiffel. 

Outros lugares turísticos de Paris

Uma outra dica que Gyselle dá é passear pelas margens do Rio Sena e cruzar algumas das pontes mais românticas do rio, como Pont des Arts, onde os apaixonados penduravam os cadeados por lá. Pode também passear de barco pelo Sena e ainda visitar o Arco do Triunfo, que fica lindo iluminado à noite. 

"Para quem gosta de uma caminhada, como eu, aconselho ir andando até a Champs-Elysées, um dos endereços mais movimentados e caros de Paris, com muitas lojas de todos os tipos, cafés e restaurantes", diz. Nela, também está a famosa Praça da Concórdia, que é a segunda maior da cidade. 

Para quem gosta de voltar ao tempo, não pode deixar de conhecer os castelos. Vale muito a pena visitar o Palácio de Versalhes, que fica na cidade de Versalhes, subúrbio de Paris. Outra dica é conhecer um dos museus mais famosos do mundo, Louvre, que abriga obras de arte importantíssimas, como a Monalisa, de Leonardo da Vinci. 

Gyselle Soares e o Louvre
Divulgação
Gyselle Soares e o Louvre



Se possível, conheça outras cidades na França

A capital francesa com certeza deve ser a primeira cidade a ser visitada, mas, se você estiver indo passar vários dias, pense em conhecer outros lugares. Gyselle indica o sul da França, como Marselha. "Os franceses são mais calorosos e receptivos. Tem paisagens lindas e sol quase sempre", diz. A região de Borgonha também é um outra opção, com campos de girassóis, castelos medievais, boa comida e ótimos vinhos -- além de ser um lugar super-romântico.

Fonte: IG Turismo