19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Executivo x Legislativo

'A gente pede harmonia, quando vira as costas já é guerra', diz Chiquinho

O retorno das atividades parlamentares na Câmara Municipal de Campo Grande foi marcado em tom de cordialidade, aparente, na avaliação do vereador Chiquinho Telles (PSD), que integra o grupo de parlamentares da oposição ao prefeito Alcides Bernal (PP).

Conforme o vereador, apesar de Bernal ter comparecido à primeira sessão legislativa de 2016, da Casa, para pregar união entre Executivo e Legislativo, Chiquinho Telles, se diz cético sobre o discurso do prefeito. “A gente pede harmonia, chega aqui está tudo bem, mas quando vira as costas já é guerra. Se o prefeito não gosta de um ou outro tem que deixar de lado e focar nas melhorias da cidade”, disse o vereador.

Ao participar da sessão de abertura dos trabalhos na Câmara, nesta terça-feira (2), o prefeito declarou, à imprensa, sua expectativa de reconciliação com Legislativo e adotou discurso de paz, que parece não ter convencido alguns parlamentares.

“Pode contar com o PSD para aquilo que for bom para Campo Grande, para uma harmonia verdadeira e não de carnaval. Campo Grande é de ferro, aço e não de açúcar”, disparou o vereador, referindo-se a um pronunciamento de Bernal concedido à imprensa recentemente. Semana passada Alcides Bernal disse que "Campo Grande é de açúcar porque esfarela com qualquer chuva".