13 de junho de 2021
Campo Grande 25º 11º

Suspeito de praticar sexo com adolescentes, Bueno passa mal e não vai depor

A- A+

O vereador Alceu Bueno (PSL) envolvido em escândalo de exploração sexual de adolescentes de 15 anos não compareceu à DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) para prestar depoimento na manhã de hoje como havia acordado hoje pela manhã.

Segundo o delegado que investiga o caso, Paulo Sergio de Souza Lauretto, o advogado de Alceu, Fabio Theodoro de Faria, comunicou a ele há pouco que o vereador passou mal e está sob medicação. Não se sabe, porém, onde o vereador está.

De acordo com o delegado, falta apenas o depoimento de Bueno para concluir oficialmente o inquérito, no entanto, mesmo com ausência do vereador já existem elementos suficientes para fechar a investigação cujo resultado será divulgado hoje à tarde em coletiva de imprensa.

?Alceu é apontado por duas adolescentes de 15 anos como cliente de uma rede de prostituição e exploração sexual de menores. Em depoimento, as adolescentes disseram ter praticado sexo com o vereador. Na última quinta-feira, Bueno foi à polícia e se disse vítima de tentativa de extorsão e admitiu em depoimento ter pago R$ 100 mil a uma cafetina para evitar que os supostos vídeos fossem divulgados.

Porém, ontem, a defesa do vereador negou a declaração e atribuiu a informação a possível erro de comunicação dizendo que Alceu é inocente.

Diante do escândalo, a Câmara de Vereadores da Capital anunciou hoje abertura de Comissão Processante para investigar o caso. Caso seja comprovado envolvimento de Alceu com as adolescentes, ele pode ter mandato de vereador cassado.