27 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

DECLARAÇÃO

Vídeo: Bolsonaro diz ser muito ler 20 páginas de decreto e interpretar

O presidente é suspeito de falsificar documento de exoneração colando o nome de Moro na demissão de Valeixo

Leia também

• 'Quadro muito grave', avalia OAB sobre declarações de Moro

• Presidente da Ajufe se diz preocupado com ‘pressões políticas’ apontadas por Moro na PF

• PGR quer que STF apure se Moro mentiu ou se Bolsonaro cometeu crimes

• Supremo autoriza investigação das acusações de Moro contra Bolsonaro

• Bolsonaro sobre Moro: 'Sempre cobrei dele relatórios de inteligência'

Ganhou as redes sociais nesta 3ªfeira (28.abr.2020) vídeo em que o presidente da República, Jair Bolsonaro aparece afirmando que muita coisa que assina ele lê apenas as emendas e que acha 20 páginas muito para ler. "E não é só ler, se vai ter que interpretar muitas coisas que as vezes...", argumentou o presidente. A fala de Bolsonaro foi direcionada a apoiadores que o aguardavam em frente à residência oficial 

Veja o vídeo

 

 Bolsonaro é suspeito de ter praticado crime de falsidade ideológica, ao colocar o nome de Sergio Moro na exenoreção do ex-diretor da Polícia Federal, Maurício Valeixo. Moro, ao deixar o cargo, negou ter autorizado ou assinado o documento.