22 de junho de 2021
Campo Grande 29º 16º

Com superlotação, Santa Casa encaminha pacientes para os hospitais Universitário e Pênfigo

A- A+

Pela segunda vez só neste ano, o pronto-socorro da Santa Casa está com superlotação com mais de 30 pacientes no setor pré-operatório da ortopedia e traumatologia com necessidade de cirurgia de urgência. A informação é do presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), Wilson Teslenco.

Entre os pacientes que aguardam consulta no centro cirúrgico estão pessoas que apresentam fraturas expostas, luxações, fraturas-luxações, ferimentos e complicações clínicas que exigem assistência cirúrgica imediata, mas que em decorrência da superlotação precisam aguardar por tempos inaceitáveis, alguns por mais de 48h.

No entanto, a Santa Casa destaca que os pacientes com poli-traumatismo com comprometimento neurológico, isto é, acidentes que lesionaram a cabeça continuam sendo atendidos e operados.

A Santa Casa informou, ainda, que essa é uma medida temporária e ocorre toda vez que há superlotação.

A informação que a reportagem do MS Notícias obteve é de que os novos acidentados serão levados para o Hospital do Pênfigo ou para o Hospital Universitário.

Esta é a segunda restrição da Santa Casa neste semestre. Em agosto, o hospital fechou o setor de ortopedia para novos pacientes durante seis dias, entre os dias 13 e 19.

Karla Machado