18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

Sujeira

Escorpiões são encotrados em meio a entulhos de imóvel abandonado

Agentes de saúde do município de Campo Grande encontraram na manhã deste sábado (23) um imóvel localizado no Bairro Dom Antônio Barbosa, região sul da Capital, entulhado de sujeira e com diversos focos de Aedes aegypti. Na residência, localizada na travessa Parque do Sol, quadra E, lote 10, também foram encontrados diversos escorpiões. 

De acordo com secretário Municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, as larvas dos mosquitos estavam dentro de uma piscina. “A piscina está proliferada de mosquito. Isso é preocupante, o bairro Dom Antonio Barbosa já apresentou o caso de vítima com vírus Zika”, disse secretário que acompanhou as vistorias juntos com equipes da Sesau.

O município iniciou o ano de 2016 com duas mortes que estão sob suspeita de dengue. No dia 12 de janeiro, a Sesau confirmou o segundo caso de Zica Vírus em gestante. O caso foi notificado pela Unidade de Pronto Atendimento da Vila Almeida.

Conforme boletim da secretaria, o primeiro caso de vírus Zika foi constatado no distrito de Anhanduí, em paciente de 21 anos nas primeiras semanas de gestação. Depois, outros dois foram constatados, no dia 11, segundo boletim da Sesau.

Técnicos da Coordenadoria de Controle de Vetoriais e Endemias (CCVE), da Secretaria Municipal de Saúde estão realizando a força tarefa de combate ao Aedes aegypti em nove bairros. A ação teve início no dia 19 e segue até o dia 24 de janeiro. Além do  Dom Antônio Barbosa, os agentes estão vistoriando imóveis nos bairros Coronel Antonino, Mata do Jacinto, Autonomista, Noroeste, Guanandi, Lageado, Popular, Santa Mônica e Tarsila do Amaral.