27 de setembro de 2020
Campo Grande 39º 25º

Sedesc capacita estagiários para atender turistas durante Copa do Mundo na Capital

Uma reunião foi realizada na manhã de hoje com os 28 estagiários que atuam nos sete CAT (Centro de Atendimento ao Turista), na Sedesc (Superintendência de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e do Agronegócio), com intuito de orientar os alunos sobre o trabalho realizado com os turistas que chegam diariamente à Capital.

A superintendente de Turismo, Maria do Carmo Portocarrero Petelinkar reforçou a importância do trabalho desenvolvido pelos atendentes e revelou o plano de ações desenvolvido pela equipe para dar suporte no atendimento. “Os CAT’S são o cartão de visita da cidade, então precisamos ter todo cuidado, educação e comprometimento no atendimento ao turista. Programamos uma série de ações para melhorar a logística de trabalho e conseguimos com apoio do Ministério do Turismo, oferecer capacitação aos estagiários, principalmente neste ano em que teremos a Copa do Mundo no país”.

Já que em menos de 60 dias teremos a Copa do Mundo, é necessário  ter uma equipe afinada e com condições mínimas de atender as pessoas que chegam a Campo Grande, já que muitas pessoas tem interesse em visitar os pontos turísticos da cidade e do Pantanal. “Retomaremos também um convênio que possibilitará a capacitação em língua estrangeira (inglês e espanhol) e LIBRAS (Linguagem Brasileira de Sinais) e já finalizamos um material com informações detalhadas sobre os principais pontos turísticos”, afirma Maria do Carmo.

Ressaltando a importância do trabalho realizado pelos atendentes dos CAT’S, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Edil Alfonso Albuquerque participou da reunião e parabenizou a iniciativa dos atendentes. “O trabalho de vocês que atendem nos centros de atendimento é muito importante, pois, irá influenciar na avaliação que o turista terá da cidade. Como não somos uma Capital litorânea, temos que nos empenhar em apresentar nossos pontos turísticos e investir no turismo de negócio e eventos, pelos quais já fomos inclusive premiados em 2011”.

Atendimento turístico

Campo Grande possui hoje sete locais com atendimento a população, que estão localizados nos seguintes pontos: Aeroporto Internacional de Campo Grande, Terminal Rodoviário Antônio Mendes Canale, Morada dos Baís, Memorial da Cultura Indígena, Feira Central e nos shoppings Campo Grande e Norte Sul Plaza.

O estagiário Victor Luiz Prestes, 21 anos, cursa o 7º semestre de Relações Internacionais e atua no CAT do Aeroporto desde julho do ano passado. Ele destacou que o estágio oportuniza a integração dos conhecimentos aprendidos no curso, além do conhecimento de outras culturas que transitam pela Capital. “Trabalhar no CAT tem me possibilitado conhecer e interagir com outras culturas, sejam nacionais ou internacionais. Outro ponto que considero importante é promover esta integração com o setor de turismo, já que meu curso ainda oferece poucas opções de estágio”, analisou.

Já a acadêmica que atende no CAT do Shopping Campo Grande, Beatriz Fernanda Ramos, 22 anos e estudante do 5º semestre de Relações Internacionais reforçou que o trabalho oferece bagagem curricular e possibilita a prática do atendimento de um público diversificado. “Entrei no estágio em julho e sempre gostei de trabalhar com o público. No centro de atendimento tive esta oportunidade de forma intensiva, já que funciona dentro de um shopping e estou me empenhando para profissionalizar ainda mais meu trabalho, tanto que já comecei a estudar língua estrangeira para adquirir fluência na conversação”, alegou.

Para a estagiária Chiara Valicenti, 21 anos, 5º semestre de Relações Internacionais a experiência no CAT do Terminal Rodoviário têm sido enriquecedora. “Trabalho no centro da Rodoviária desde novembro e posso dizer que aprendi muito neste período, principalmente sobre paciência, compreensão e empatia. Temos oportunidade de atender turistas de vários continentes e que precisam de ajuda para se locomover pela cidade, então estou ansiosa pela capacitação que nos dará ferramentas para melhor atender este público diferenciado”, opinou.

Dany Nascimento