25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Cassação - 1 ano

Após um ano da cassação, deputados acreditam que população não está satisfeita

Sem mencionar a administração Bernal, os deputados Márcio Fernandes e Pedro Kemp entendem que a população é penalizada pela falta de experiência de Olarte

A- A+

A Assembleia, assim como fez a Câmara, preferiu não se manifestar sobre o primeiro aniversário da sessão que cassou, pela primeira vez em sua história, um prefeito eleito de Campo Grande. Agiram como se a troca de comandos tivesse sido feita pelos meios normais.

O deputado estadual e nome forte do PTdoB para concorrer ao cargo nas eleições de 2016, Márcio Fernandes não enxerga competência na atual administração. Os vereadores do PTdoB votaram pela cassação e formaram a base de Olarte e hoje assumem uma posição mais independente.

“Poderia estar melhor, e acredito que população também veja dessa maneira. A sociedade quer alguém que não tenha manchas políticas, que a sigla não seja vinculada a um passado envolvido em escândalos políticos, e que tenha experiência na política. Essa é uma opinião pessoal através do que eu ouço nas ruas. Essa administração não tem experiência, e não está satisfazendo. Por isso acredito que a escolha do nome (pelos partidos que lançarão candidatos) será criteriosa”, disse Márcio Fernandes.

Entre aqueles que formaram a base de apoio a Bernal, o PT que assumiu com seu vereador Alex do PT a liderança do prefeito, hoje mantém-se na oposição. O deputado Pedro Kemp entende que a atual administração tem deixado muito a desejar.

“Há denúncias de que a prefeitura está inchada, que é grande o número de cargos comissionados, não possui recursos para investir e convive com denúncias de irregularidades sem que preste esclarecimentos sobre essas questões. Acredito que ainda falte planejamento na administração” declarou Kemp.