23 de junho de 2021
Campo Grande 30º 17º

Deputados acreditam que fim das coligações acaba com dependência entre partidos

No Senado Federal, a proposta de emenda à Constituição teve 61 votos a favor e sete contra

A- A+

Os deputados estaduais são a favor  do fim das coligações proporcionais para as eleições de cargos legislativos, deputados e vereadores, no Brasil. A proposta é um dos pontos discutidos na Reforma Política. No Senado Federal, a proposta de emenda à Constituição teve 61 votos a favor e sete contra. O texto será discutido novamente e terá de ser votado em 2º turno na Casa.

Eduardo Rocha classifica a decisão como ótima, já que acaba com o voto proporcional que acaba protegendo políticos que estão no cargo mesmo tendo obtido menos votos que outros. “Agora, quem tiver mais votos entra, deve haver democracia, deve estar no poder quem recebeu mais votos da população”.

Beto Pereira (PDT), considera mudança necessária. Para o deputado, com nova lei, os partidos deverão se organizar melhor e se preparar mais para eleição.

Já na concepção de Cabo Almi (PT), a decisão dá vida própria a diversos partidos e acaba com a influência e a troca de favores que hoje acontece muito no país, e põe fim à relação de dependência entre legendas. “Agora cada  um deve ter a sua plataforma de trabalho, as suas ideologias e vai construir as suas representações”, finalizou.