24 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 21º

PANDEMIA

Bolsonaro usa link de site acusado de propagar fakes news para atacar OMS

As notícias publicadas no site não são assinadas e o editor da página disse não conhecer os colaboradores

O ministro Alexandre de Moraes ordenou, na noite desta 2ª-feira (8.junho) ao Ministério da Saúde que retome a divulgação dos dados relacionados à Covid-19 no mesmo formato que utilizava. Moraes respondeu a uma ação apresentada pela Rede, PSOL e PCdoB.

Nesta manhã, (9.junho) Jair Bolsonaro (sem-partido) usou a sua rede social para propagar link de um site acusado de propagar fakes news o: “Jornal da Cidade Online”. Tratava-se de um comunicado feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em que a organização acolhe que a contaminação do coronavírus por pacientes assintomáticos se torna mais difícil, ainda que existam infectologistas no mundo com visões diferentes.

A OMS fez o comunicado na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), a líder técnica da entidade, a norte-americana Maria van Kerkhone, afirmou que há uma raridade de transmissões por pessoas que não apresentam os tradicionais sintomas, como febre e tosse.

“Após pedirem desculpas pela Hidroxicloroquina, agora a OMS conclui que pacientes assintomáticos (a grande maioria) não têm potencial de infectar outras pessoas. Milhões ficaram trancados em casa, perderam seus empregos e afetaram negativamente a Economia”, opinou Bolsonaro usando um link do site Jornal da Cidade Online, que traz um título bastante opinativo e nada imparcial ao tema tratado. 

O site Jornal da Cidade Online é conhecido por publicar artigos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Ainda, segundo acusações do site Aos Fatos, usuários do “Jornal da Cidade Online” estariam usando perfis falsos para atacar políticos e magistrados. O Aos Fatos apontou uma série de indícios de que dois colaboradores do jornal seriam, na realidade, perfis falsos.

Ambos utilizam fotos modificadas. Uma pesquisa feita pelo site também não conseguiu comprovar a existência dos colaboradores. Além disso, a Justiça não conseguiu localizar, nem notificar nenhum deles em processos em que foram incluídos como réus. Conforme o site nem mesmo a advogada de defesa tem informações sobre o paradeiro dos clientes.

O editor do Jornal da Cidade Online, José Tolentino, disse que não conhece pessoalmente os colaboradores, pois mora no Rio Grande do Sul e ambos estariam em outros estados. Toletino afirmou ainda que se comunica com os colaboradores apenas pela internet e não quis passar mais informações sobre a dupla.

O alerta de que o "Jornal da Cidade Online" propaga notícias falsas havia sido feito pelo perfil Sleeping Giants Brasil, uma versão brasileira de um movimento que começou nos Estados Unidos para alertar empresas quando sua publicidade está em sites com que divulgam desinformação ou conteúdos racistas. O Estadão Verifica, núcleo de fact cheking do Estadão, já desmentiu ao menos oito publicações do site. 

O MS Notícias verificou o CNPJ em que o site está cadastrado como empresa de comunicação. O nome de registro da empresa é J.P. Tolentino Filho - o CNPJ -16434831000101. Aparece como sediada na Rua Morom em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul.  A empresa teria sido ativada em 11/07/2012, ano em que começou a campanha de Jair Bolsonaro. 

O jornalista responsável pelo site aparece em inúmeras publicações atacando desafetos do presidente. Sérgio Moro e o historiador e comentarista político Marco Antonio Villa estão entre alguns dos seus alvos.  

O site tem um botão que chama-se "Foco MS", onde se dedica a atacar políticos sul-mato-grossenses. Em sua grande maioria, aqueles que não aderiram ao posicionamento de Jair Bolsonaro, mas também seus alvos principais, os políticos de esquerda.  

VEJA ALGUMAS POSTAGENS DE TOLENTINO ABAIXO 

 

 

 

Fornecimento de energia é restabelecido e rodízio é suspenso no Amapá
FINALMENTE
há 13 minutos

Fornecimento de energia é restabelecido e rodízio é suspenso no Amapá

MS registra novos casos de covid-19 em 51 municípios
COVID-19
há 35 minutos

MS registra novos casos de covid-19 em 51 municípios

"Vai acabar matando alguém", diz vítima de agressões sobre transferência do PM para a Capital
TENENTE VIOLENTO | BODOQUENA
há 1 hora

"Vai acabar matando alguém", diz vítima de agressões sobre transferência do PM para a Capital

Caixa credita auxílio, dos ciclos 3 e 4, para os nascidos em junho
ECONOMIA
há 2 horas

Caixa credita auxílio, dos ciclos 3 e 4, para os nascidos em junho

Suspeito de espancar e matar homem em Rio Brilhante é preso
INTERIOR
há 2 horas

Suspeito de espancar e matar homem em Rio Brilhante é preso

Mulher visita ex-marido em hotel e o esfaqueia durante discução
DOURADOS
há 2 horas

Mulher visita ex-marido em hotel e o esfaqueia durante discução